Curitiba - Cidade Inteligente

PARTICIPE!

PARTICIPE!

APOIO

APOIO

CPGP – PMI

 CPGP – PMI

Gazeta do Povo se torna a primeira plataforma mobile first na América Latina com solução Eidosmedia


A Gazeta do Povo anunciou seu novo projeto editorial com o objetivo de promover mudanças de paradigma em sua produção jornalística. Até o momento foi investida uma quantia de aproximadamente R$ 23 milhões em tecnologia. Por isso, a partir de 1º de junho, o veículo passa a ser o primeiro no mercado editorial brasileiro feito originalmente para plataformas móveis, baseado no conceito mobile first, e terá como diretriz o jornalismo de impacto. Em negócios, a frente do modelo passa a ser o subscriptions first, no qual as assinaturas tornam-se a principal fonte de receita.

Mas, para que toda esta transição fosse viável, foi necessário intensificar a parceria com a EidosMedia, e fazer um upgrade no sistema de gestão de conteúdo com uma versão mais atual de Enterprise Content Management and Publishing Solution. A EidosMedia, empresa italiana de software que faz a publicação de conteúdo das principais mídias do mundo como The Wall Street Journal, Financial Times, Le Mondé, Le Figarro e Corriere della Sera, já fornece soluções para a Gazeta do Povo há três anos.

Para Ana Amélia Filizola, diretora da Unidade de Jornais do GRPCOM, escolher as soluções Méthode é um indicador de que a Gazeta do Povo está seguindo a tendência dos principais grupos de mídia no mundo. “Somos a primeira plataforma da América Latina a recriar o jornalismo de impacto e pensar no mobile se adaptando ao desktop em todo o processo de confecção da notícia. Estamos satisfeitos com a nossa parceria com a Eidos, que já é utilizada por mais de 30 mil usuários, nos cinco continentes. Estamos empenhados em recriar o jornalismo com o suporte tecnológico e estar na vanguarda dos grupos de mídia”.

Com esta tecnologia, que possibilita a total autonomia de gestão, escalabilidade e alta performance em processamento de dados na nuvem, o modelo de administração foi facilitado. A Gazeta do Povo pode garantir uma maior compatibilidade de hardware e segurança, além de contar com a Amazon como uma importante parceira para sustentar um investimento de tecnologia de ponta no jornal.

A parceria

Nos últimos cinco meses, a Gazeta do Povo e a EidosMedia avaliaram juntas qual seria a solução mais indicada para este novo projeto mobile-first. Com o upgrade do toolkit, foi possível redesenhar os processos para a gestão de conteúdo com foco 100% digital. Para dar suporte a este processo, a Gazeta do Povo estabeleceu ainda outras parcerias, com Spayce, Ciello, Accesstage, Eurekapi, Jwplayer, Hotjar, Navegg – DMP, RD Station, Rubicon, Outbrain, Shopback, Klipfolio, Google Analytics, ComScore Analytics, Spike e Ibope – TGI; além do suporte de soluções de cloud computing da Amazon.

A Redação da Gazeta do Povo participou revisando análise dos fluxos e modelos de controles do aplicativo para assegurar a melhor experiência para o leitor. Por se tratar de uma ferramenta dinâmica, essa equipe continua monitorando processos e propondo melhorias constantemente.

Para Jancarlo Nesto, gerente geral da EidosMedia para América Latina, mais uma vez a Gazeta do Povo está à frente dos principais veículos do Brasil. “Com esta ferramenta única, intuitiva e poderosa que combina as características de edição em tempo real com editoração simultânea, o jornalismo terá ainda mais qualidade e produtividade; posicionando a nova fase da Gazeta do Povo entre os principais veículos da América Latina”.

Segundo Leonardo Mendes Jr, diretor de redação do jornal, a nova Gazeta do Povo permite ao jornalista produzir não só textos, mas também fotos, vídeos e lives. Neste contexto, a ferramenta Methode Memo é essencial. Ela permite a publicação a partir do celular de qualquer lugar, sem a necessidade de intervenção do editor. “Criou-se o mito de que a tecnologia tirou o jornalista da rua. Deixou ele dependente de Google, Facebook, Wikipedia, telefone. Estamos mostrando que a tecnologia pode é mandar o repórter pra rua. O Memo permite que o nosso time esteja no meio da notícia e publique de lá, com mais agilidade e calor do que se estivesse sob o ar-condicionado da redação”, explica o executivo.

Nesse novo modelo editorial, não só o consumo, mas a produção da notícia será essencialmente a partir de celulares. Os jornalistas da Gazeta escreverão suas matérias e as publicarão na plataforma digital do jornal a partir de seus dispositivos móveis, preferencialmente, invertendo a lógica de consumo de conteúdo geralmente utilizada pelos veículos jornalísticos na Internet: o site originalmente construído para celular será responsivo para a tela do computador:

Os novos recursos tecnológicos desenvolvidos pela equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Gazeta do Povo em parceria com a EidosMedia trarão ferramentas e funções como:

• Exibição no site de novos agrupamentos de Editorias;
• Capa diferenciada por geolocalização;
• Novo menu com Tópicos da Gazeta que estiverem em alta;
• Resumo do Dia, Tarde e Noite com destaque na navegação via dispositivos móveis trazendo uma consolidação das principais matérias;
• Integração de novos âncoras jornalísticos e blogueiros no site da Gazeta do Povo com uma área leve e layout diferenciado;
• Experiência Social – o leitor poderá saber quais amigos das redes sociais (inicialmente Facebook) leram a Gazeta do Povo e também quais matérias. Essa é uma funcionalidade exclusiva no meio de Jornais.

Filizola complementa que a tecnologia foi essencial para desenvolver um novo modelo de negócio. Na reestruturação, o assinante passou a ser o foco da receita e o veículo passou a oferecer ao leitor um acesso a conteúdo online e a edição semanal, incluindo as revistas mensais de Haus, Bom Gourmet e Viver Bem Saúde*.

“Com a nova versão do publicador da Eidos, nós pudemos transformar o processo de criação e entrega da qualidade da notícia, tornando o mais eficiente, sustentável e lucrativo. A EidosMedia tem a missão de reestruturar a função do storytelling no seu local corretamente, que é o coração do processo de publicação de notícias”, diz Filizola.

Tecnologia do publicador mobile-first

A produtividade da Redação é ampliada por um sistema de distribuição de tarefas que garante a interação mais ágil e fluida entre os membros da equipe. A rotina da equipe de mais de 140 jornalistas, conta com:

• Criação de conteúdo, com facilidade para adicionar fotos e demais tipos de mídias; além da “liberação” da notícia;
• Ajuste minucioso para múltiplos canais;
• Entrega digital, com alimentação de páginas, curadoria automática da edição digital, design responsivo e presença social efetiva;
• Planejamento e coordenação de um único ambiente, com visualização completa dos processos e fluxos;
• Acesso remoto, com ferramentas para os autores e editores em trânsito, interface personalizável e opções para trabalhar offline e diretamente do dispositivo móvel.

“Esta é a primeira vez que a EidosMedia oferece um ambiente de planejamento que permite a um veículo da América Latina compartilhar ideias, designar tarefas e monitorar seu progresso até o final da publicação de cada matéria. Estamos empenhados com esta parceria que transformará o jornalismo na região, com mais tecnologia e, ainda, impactar positivamente a vida dos leitores”, complementa Nesto.

O Open Source proprietário é baseado em tecnologias padrões que começam com o formato universal XML permite uma flexibilidade total no processo de publicação e compartilhamento de conteúdo.

*Assinatura premium da Gazeta do Povo


Marcas do empreendedor – Por José Pio Martins


Nas conversas com jovens, duas perguntas são recorrentes: O que é empreendedorismo? Quais são as marcas do empreendedor? Quanto à primeira, empreendedorismo é a disposição e a iniciativa de idealizar, coordenar e executar projetos e negócios. Outra definição, que me agrada, diz que é a sensibilidade para descobrir oportunidades, ter ideias e ser capaz de transformá-las em um negócio. Em síntese, empreendedor é quem transforma uma ideia em um negócio e dá materialidade aos sonhos.

Em relação à segunda pergunta, há vasto elenco de características que definem o empreendedor, das quais destaco quatro, que considero as mais importantes.

A primeira é a enorme capacidade de agir e de fazer. Os empreendedores se caracterizam por uma espécie de “empuxo” (força que empurra, que atua como elemento de impulsão), como se tivessem, em sua constituição genética, células que os levam a agir e fazer algo, mesmo em condições adversas. Nas histórias de empresários de sucesso, é comum encontrarmos relatos de pessoas que idealizaram e executaram algo quando muitos não acreditavam na possibilidade do êxito.

A segunda é a afiada visão para enxergar oportunidades. Há homens que construíram impérios por enxergar oportunidades onde quase ninguém acreditava na chance de sucesso. Um exemplo foi Aristóteles Onassis, o armador grego, que se tornou um dos homens mais ricos do mundo. Enquanto transcorria a Segunda Guerra Mundial, mesmo sem dinheiro, ele se pôs a comprar navios velhos encostados. Amigos diziam que ele estava louco. A guerra acabou, o comércio internacional expandiu e Onassis ficou bilionário alugando caro os navios velhos que comprara.

A terceira característica é a grande sensibilidade para fazer as escolhas certas. Se você perguntar aos grandes empreendedores como, no passado, conseguiram fazer escolhas que agora se mostraram certas e lucrativas, muitos responderão: “não sei, eu tinha intuição, mas não a certeza de que estava fazendo a escolha correta”. Conquanto seja difícil vê-la e qualificá-la, essa sensibilidade está no âmago do empreendedor de sucesso.

Por fim, a eficiência na execução das escolhas feitas é outra marca indelével dos homens de sucesso. Mesmo em situação de crise e descrença – como essa que o Brasil vive atualmente –, aqueles que construíram grandes obras complementaram as três marcas anteriores com eficiência executiva, e foram capazes de levar a cabo seus projetos, suas empresas e seus negócios.

Todos temos alguma dessas quatro características e nem por isso todos somos grandes empreendedores. A questão essencial é que alguém pode ter uma ou duas dessas características, mas elas não bastam para transformá-lo em grande empreendedor. Em geral, os homens que realizaram grandes obras têm as quatro marcas. Se isoladas, elas não nos levam ao sucesso; em seu conjunto, existindo no mesmo homem ou mulher, o sucesso será quase inevitável.

Uma pergunta ressuma de tudo isso: essas características são inatas (que estão no ser, congênitas) ou podem ser aprendidas e desenvolvidas? Eis um bom tema para debate. De minha parte, creio (mas não tenho provas) que essas marcas podem ser treinadas e melhoradas, mas, nos grandes empreendedores, elas estão lá, desde sua concepção. É fácil conhecer as características do homem que empreende. Difícil mesmo é tê-las todas em dose suficiente para fazer do homem um empreendedor de sucesso.

José Pio Martins, economista, é reitor da Universidade Positivo.


Curitiba é metrópole mais sustentável do Brasil


Prefeito Rafael Greca debate soluções integradas com prefeitos da região metropolitana. Curitiba, 19/04/2017 Foto:Cesar Brustolin/SMCS

A Região Metropolitana de Curitiba é líder em desenvolvimento sustentável. A conclusão é de um estudo publicado na revista Pnas, da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América. O grupo de pesquisadores criou um índice de desenvolvimento sustentável e analisou 38 regiões metropolitanas brasileiras e mais 207 municípios da África do Sul.

A existência de fatores como habitação, saneamento básico e eletricidade permitem saber o quanto estes locais estão próximos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que relacionam justiça social com preservação ambiental. O índice da Região Metropolitana de Curitiba, de acordo com esses critérios é de 0,9597.

Para o prefeito Rafael Greca, mais do que um motivo para comemorar, o ranking é um incentivo para continuar o trabalho com a Região Metropolitana. “Já ganhamos o Prêmio Mundial do Habitat em 1996 e mais esse reconhecimento nos estimula a trabalhar ainda mais pelo nosso povo e pela integração”, diz ele.

Greca destaca nesta questão a atuação do Pró-Metrópole, do qual é presidente. O comitê gestor conta ainda com a representação da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), da Comec, do Sebrae/PR, da Fecomércio e da Faciap. “Tanto melhor for a cidade, mais nós trabalharemos para que ela seja superior às dificuldades políticas do Brasil contemporâneo.”

Atrás de Curitiba aparecem a Região Metropolitana da Foz do Rio Itajaí, em Santa Catarina. As de Campinas, São Paulo e Belo Horizonte aparecem na sequência.

Fonte: Prefeitura de Curitiba


Vendas motivadas pelo Dia dos Namorados terão queda real de 2% em Curitiba


A sondagem ACP/Datacenso sobre a expectativa dos comerciantes de Curitiba quanto às vendas motivadas pelo Dia dos Namorados (12 de junho), indica a queda real de 2% no movimento das lojas quando é aplicada a correção da inflação de 4,08%, acumulada nos últimos 12 meses.

Duzentos proprietários, sócios, gerentes ou supervisores de micro (73%) e grandes empresas (1%) foram entrevistados entre os dias 18 e 19 desse mês, admitindo que as vendas serão iguais às do ano passado (64%), superiores (28%) e inferiores (8%).

A pesquisa, que tem a coordenação técnica do economista Cláudio Shimoyama, presidente do Instituto Datacenso, também mostrou que os comerciantes mais otimistas com as vendas (67%) devem preparar promoções especiais, ao passo que 33% dos entrevistados anteciparam decisão contrária, aguardando a opção espontânea dos clientes.

Descontos em compras à vista, sorteio de brindes e prêmios, campanhas publicitárias de rede e promoção de produtos específicos, são os principais argumentos pensados pela maioria dos comerciantes para alavancar a estratégia de vendas do Dia dos Namorados.

Como se verificou nas pesquisas anteriores relacionadas às melhores datas para o comércio, a opção de pagamento preferida pela maior parcela de consumidores curitibanos será o parcelamento com cartão de crédito, recuando os índices de pagadores com cartões de débito, à vista com dinheiro ou parcelamento com cartões de lojas.


Cabify comemora dois meses em Curitiba com descontos


A Cabify, plataforma inteligente de mobilidade urbana, está celebrando dois meses do seu lançamento em Curitiba. E para deixar a comemoração ainda mais especial, entre os dias 22/05 e 27/05, os usuários ganham de presente 30% de desconto em 5 corridas, com desconto máximo de R$ 15 por corrida. O voucher CWBEUTEAMO é válido até as 23h59 do sábado, somente para a categoria Cabify Lite.

“Estamos festejando dois meses da nossa chegada à cidade nesta semana. E a melhor forma de fazer isso é retribuindo, de alguma forma, toda a confiança que os curitibanos depositaram em nosso serviço”, ressalta Thais Cunha, gerente geral da Cabify em Curitiba.

Presente desde março na capital paranaense, a Cabify se destaca pela sua qualidade no serviço e na segurança, pois tem um processo de seleção dos motoristas parceiros, que inclui exames psicotécnicos e toxicológicos, e a exigência de carros novos, com ano a partir de 2012. Além disso, a empresa aceita pagamentos somente via cartão de crédito e PayPal.


Startup curitibana está entre selecionadas pelo Google para programa de aceleração no Vale do Silício


O Google anunciou hoje as startups selecionadas para a quarta edição do Launchpad Accelerator, programa para impulsionar projetos para que se tornem uma referência de qualidade e sejam relevantes em escala global. O programa de seis meses tem início em julho de 2017, em um intensivo de duas semanas no novo espaço do Google para startups em São Francisco junto à empreendedores da América Latina, Ásia, África e Europa. A curitibana Contabilizei está entre as escolhidas.

Startups brasileiras:

Arquivei: Arquivei fornece plataforma de armazenamento, organização e consulta de informações de notas fiscais.

Contabilizei: Contabilizei é uma plataforma de contabilidade para micro e pequenas empresários dos setores de serviços e comércio, que oferece um serviço ágil, eficiente e inovador que reduz a burocracia e aumenta o controle para PMEs.

Contratado.ME: A plataforma que coloca os candidatos no centro da sua procura de emprego.

Guiche Virtual: Guiche Virtual é a plataforma independente líder na venda de passagens de ônibus online.

O programa inclui mentoria intensiva de engenheiros e gerentes de produto do Google, e outros mentores das principais empresas de tecnologia e venture capital do Vale do Silício. Os participantes recebem 50 mil dólares de apoio sem contrapartida do Google, 100 mil dólares de créditos para a compra de produtos Google e acesso contínuo aos experts e recursos do Google durante os 6 meses de programa.

No total, quanto já foi investido em startups brasileiras pelo Launchpad Accelerator?

Com as quatro primeiras classes, o impacto do programa no Brasil chega a 24 startups. Isso representa um investimento total de mais de um milhão e duzentos mil dólares (1,2 mi) em capital semente. Além disso, as startups selecionadas receberam o equivalente a dois milhões e quatrocentos mil de dólares em créditos para gastar com produtos de Cloud do Google.

As três primeiras turmas do programa contaram com: AgroSmart, AppProva, BankFacil, Cuponeria, Delivery Direto, Dog Hero, Edools,Elo7, Emprego Ligado, GetNinjas, Hand Talk, Love Mondays, Mobills, Meus Pedidos, Portal Telemedicina, ProDeaf, Qranio, QuintoAndar, SuperPlayer e UpBeat Games.

A lista completa das startups selecionadas está neste blog post.


KPMG seleciona trainees de alta performance em Curitiba


A KPMG no Brasil está com inscrições abertas, até o dia 15 de junho, para os programas de trainees GenExt Audit Industries e GenExt Advisory 2017 nas áreas de auditoria e consultoria. São 250 vagas em todo o país, em 22 cidades. Na região sul, há oportunidades para Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Londrina e Joinville.

O processo seletivo busca jovens adeptos à tecnologia e com raciocínio lógico apurado. Para participar o candidato deve cursar a partir do 4º semestre ou ser formado nos cursos de Administração, Economia, Ciências Contábeis, Matemática, Engenharias, Física, Estatística e cursos voltados para tecnologia.

Perfil do Candidato

O programa GenExt busca pessoas extraordinárias e de alta performance, que desejam iniciar a carreira com experiências diferenciadas e obter rápido desenvolvimento profissional.

“O programa da KPMG oferece a oportunidade do candidato aprender muito e, para isso, é fundamental que ele busque conhecimento e tenha potencial para a inovação”, analisa o sócio de Gestão de Pessoas, Performance e Cultura da KPMG no Brasil, Marcelo de Lucca.

A seleção conta com triagem de perfil, games de habilidades e competências, testes on-line, etapa presencial e entrevista final com sócio responsável pela área de atuação. A admissão ocorrerá em setembro de 2017.

“O currículo do candidato será analisado independente da área de atuação e, posteriormente, será redirecionado a vaga que melhor se encaixa no perfil. Em ambos os programas o selecionado desenvolverá a capacidade de tomar decisões estratégicas e desenvolver projetos com rapidez e eficácia”, completa.

A contratação será pelo regime CLT, com remuneração compatível ao mercado, pacote de benefícios com vale transporte, vale refeição, assistência médica e odontológica, academia, reembolso de parte da graduação e subsídio de idiomas e participação nos lucros.

Programas

O GenExt Audit Industries é voltado para profissionais que desejam trabalhar para indústrias de bens de consumo, serviços e varejo. O selecionado terá que cumprir e estruturar planos de auditoria que identifiquem a vulnerabilidade dentro da empresa. Já GenExt Advisory irá desenvolver projetos de empresa, os quais englobam planejamento estratégico, riscos e compliance, fusões e aquisições, governança corporativa, entre outros.

Informações
Nome do programa: GenExt Audit Industries e GenExt Advisory
Vagas: Todos os escritórios do Brasil
Data limite para inscrição: 15 de junho de 2017
Inscrições: http://www.mundokpmg.com.br/

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory. Estamos presentes em 155 países, com mais de 174.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. As firmas-membro da rede KPMG são independentes entre si e afiliadas à KPMG International Cooperative (“KPMG International”), uma entidade suíça. Cada firma-membro é uma entidade legal independente e separada e descreve-se como tal.

No Brasil, somos aproximadamente 4.000 profissionais distribuídos em 13 Estados e Distrito Federal, 22 cidades e escritórios situados em São Paulo (sede), Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Joinville, Londrina, Manaus, Osasco, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São José dos Campos e Uberlândia.


Dez cidades do Paraná estão entre as que mais geraram vagas no País


São José dos Pinhais.Foto: Divulgação PMSJP

O Paraná tem dez cidades entre as que mais geraram empregos formais no País, no primeiro quadrimestre deste ano. Levantamento do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), com base nos dados Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, mostra que Maringá, Cascavel, São José dos Pinhais, Pato Branco, Curitiba, Capanema, Palotina, Rio Negro, Medianeira e Telêmaco Borba aparecem nessa lista.

O Paraná encerrou os primeiros quatro meses do ano com um saldo (diferença entre admissões e demissões) de 23.159 vagas. “A indústria, os serviços e a construção civil geraram a maior parte das novas vagas nesses dez municípios. Mas a melhora em criação de empregos é abrangente no Estado. Dos 399 municípios, 65% tiveram saldos positivos no período”, informa Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Ipardes.

MAIOR – Maringá, no Noroeste do Estado, foi a cidade com maior saldo de vagas no primeiro quadrimestre, com 1.348 vagas, geradas, principalmente, pela agroindústria e pela indústria metalmecânica. A cidade ficou na 23ª posição entre os 100 municípios que mais criaram vagas com carteira assinada no País.

A agroindústria também teve peso nas contratações em Cascavel, com um saldo total de 1.201 vagas, em Palotina (948) e em Medianeira (809), na região Oeste.

A retomada da indústria de material de transporte, puxada pelas montadoras de veículos, foi a responsável por colocar São José dos Pinhais, na região de Curitiba, no posto de terceira maior geradora de vagas no Estado, com 1.166 novas colocações. Também foram destaques, na sequência, Pato Branco (1.141), no Sudoeste, graças, principalmente, à indústria metalmecânica, e Curitiba (1.039), influenciada pelo setor e serviços, em especial hotéis e restaurantes.

Em Capanema, no Sudoeste, boa parte da geração de vagas (953) foi puxada por obras rodoviárias. A indústria do fumo em Rio Negro, na região de Curitiba, gerou a maior parte do saldo de 859 vagas abertas no município e a produção de base florestal, com destaque para papel e celulose, contribuiu para o saldo de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais, com 681 vagas.

RMC – Com o bom resultado no emprego, a Região Metropolitana de Curitiba foi a que mais gerou vagas no primeiro quadrimestre no País, com saldo de 2.972 vagas, à frente de Porto Alegre, com resultado positivo de 695.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná


4Results leva soluções tecnológicas para evento internacional sobre inovação no agronegócio


Para incentivar a disrupção no agronegócio, acontece, de 21 a 24 de maio, nos Estados Undos, o One – Simpósio de Ideias Alltech, promovido pela empresa que é líder mundial em saúde e nutrição animal.

O principal objetivo do evento é inspirar agricultores, pecuaristas, produtores, fornecedores e influenciadores a romperem os métodos convencionais e utilizarem seu potencial e tecnologia na proposição de ideias e soluções para uma produção mais sustentável.

“O Simpósio ONE busca incentivar, capacitar e, mais importante, nos desafiar”, destaca o presidente e fundador da Alltech, Dr. Pearse Lyons. “Queremos que os indivíduos não se sintam apenas como se fossem parte desse desenvolvimento da indústria, mas que se sintam capazes de implementar e propor soluções”.

A empresa de tecnologia 4Results vai participar do simpósio da Alltech por acreditar que pode contribuir com importantes ferramentas tecnológicas para o desenvolvimento do agronegócio com soluções inovadoras.

A 4Results atende a Alltech com o Microsoft Dynamics e disponibliza soluções tecnológicas para a empresa em todos os países da América Latina em uma parceria que teve início em 2012. Também pertence ao One Club, grupo dos principais fornecedores escolhidos pela Alltech para crescer juntos. Daí partiu o convite para a participação no simpósio One, que também conta com patrocínio da 4Results.

“Como um parceiro Microsoft Gold, a 4Results está trabalhando para promover transformação digital no Brasil e na América Latina. Existe este chamado para disrupção, não se trata de aderir às tecnologias, é necessário reimaginar”, afirma Cristiane Werner, CEO da 4Results. “Este é o momento para construir novos modelos, para gerar valor e criar novas oportunidades, enfim, oferecer uma experiência inédita por meio da tecnologia“, completa a empresária.

One – Simpósio de Ideias Alltech

21 a 24 de maio
Lexington – Kentucky – Estados Unidos

Saiba mais em www.4results.com.br e www.pt.alltech.com


Experiência em um e-commerce vai além da compra


Por Thiago Sarraf, CEO da Dr.e-commerce

Vivemos uma época em que o comum já não chama mais atenção em meio a tantas opções disponíveis. Por isso, apenas o produto e o ato de comprá-lo já não é suficiente por si só. É necessário, então, todo um trabalho por trás da venda, que neste caso pode ser considerada um dos passos finais em uma cadeia que começa com a apresentação de sua marca ao público e segue até depois da compra. Veja como melhorar a experiência do consumidor em seu e-commerce.

Branding e Apresentação do produto - A capacidade de contar uma história que envolva o consumidor é uma das características mais importantes no branding de uma marca ou produto e um fator essencial no desenvolvimento da experiência que o cliente terá em seu e-commerce. Além disso, a apresentação do produto, desde um design bem pensado até as fotos disponíveis no site, com descrições detalhadas, claras e criativas, esses detalhes fazem toda a diferença.

Layout e Atendimento – Invista em um layout que irá facilitar a vida do cliente do seu e-commerce. Ele precisa saber claramente todos os passos que deve seguir para completar sua compra. Além disso, um atendimento personalizado e humanizado faz toda a diferença. Nada de respostas automáticas ou robotizadas!

A influência de compartilhar experiências - Com o surgimento das redes sociais, compartilhar uma foto, uma viagem, um acontecimento e até mesmo uma experiência tornou-se muito fácil. Por este motivo, proporcionar uma boa experiência ao usuário de seu site é muito importante. Se ele estiver satisfeito, pode contar sua história com a marca e influenciar várias pessoas a consumi-la também. Da mesma forma, uma experiência ruim é capaz de “sujar” seu nome. Uma pesquisa, cujo ranking o Brasil lidera, revela que 71% dos usuários utilizam as redes sociais para compartilhar experiências ruins com as marcas.


Empresas de tecnologia devem ser beneficiadas com investimento estrangeiro após aprovação de reformas

O consultor e professor da FGV Arthur Schuler da Igreja afirma que o Brasil vai receber uma grande soma de investimentos externos, a partir deste ano, se as reformas propostas pelo governo federal forem aprovadas. Ele apontou esse cenário favorável em palestra a empresários do Arranjo Produtivo Local de Software de Curitiba. No seminário "Tendências Tecnológicas e Econômicas, promovido pelo Sebrae, o vice-presidente de marketing da Assespro-Paraná disse que o país está em um momento histórico. "Ou vamos tomar um remédio amargo para ter anos de crescimento ou vamos perpetuar essa crise. Tem muito capital no mundo inteiro precisando de rentabilidade. Nós precisamos de segurança de ambiente e segurança jurídica. Aprovadas as reformas, principalmente da previdência, e passada a eleição de 2018, o Brasil volta para uma retomada de crescimento muito forte, puxada por capital externo", afirmou Arthur. O evento também contou com palestra de Arnaldo Aimola, VP de Tecnologia e Telecom do Gartner, um dos principais institutos do mundo em consultoria para o setor de tecnologia. Para Arnaldo, os empresários do APL estão empreendendo no melhor mercado que existe, que é o de tecnologia. Mas é importante estar aberto a novas ideias. "Pequenas e médias empresas precisam se reinventar para competir com o avanço das grandes corporações que reagem à competição com as PMEs ofertando soluções em nuvem, principalmente", comenta. "Mas a flexibilidade e a forma próxima de fazer negócios e entender o cliente ainda contam com um trunfo importante para empresas de menor porte", acrescenta Arnaldo. "Os números do Gartner apontam para uma melhoria do cenário entre este e o próximo ano. Mas todos devem se preparar agora", finaliza.

Liderança é a chave para desenvolvimento de equipes e crescimento dos negócios

Tema estará em discussão no Intensive Leadership Academy (ILA), seminário organizado pela Dale Carnegie que acontece nos dias 9 e 10 de junho, em Curitiba Liderança é o poder de ativar ação nas pessoas, de obter resultados por meio delas, de fazê-las adotar a visão do líder, mas sem precisar usar de coação ou corrupção. “O líder investe seu tempo em construir pessoas. Ele sabe quais são as reais prioridades, obtém a confiança da equipe, a administra solidamente e a mantém motivada. Ser chefe é fácil. Ser líder é para quem consegue assumir o papel e a responsabilidade de ser exemplo e guia”. A afirmação é de Guilherme Amaral, Carnegie Master e diretor em Minas Gerais e Paraná noroeste, palestrante da segunda edição do Intensive Leadership Academy (ILA), que acontece nos dias 9 e 10 de junho, em Curitiba. O seminário é organizado e ministrado por executivos da Dale Carnegie Training, referência mundial em desenvolvimento de competências e habilidades profissionais. Na avaliação de Amaral, os resultados de uma equipe podem ser atribuídos ao tipo de liderança que ela recebe. “Quando uma liderança forte reage, ela impacta emocionalmente as pessoas do projeto, e isso é como trocar uma música ruim por uma outra maravilhosa em uma festa. Todos seguem o novo ritmo. Temos visto exemplos, como o da Ford, que contratou o executivo da Boeing Alan Mulally como CEO e recuperou-se de sua pior crise sem ajuda governamental. As pessoas respondem a uma liderança positiva e poderosa”, destaca. Os líderes são aqueles que continuam a enxergar o melhor caminho para o grupo. Eles conseguem ver as necessidades emocionais, forças e limitações de seus liderados, as oportunidades e desafios do caminho, e integram em tempo real todas essas informações, com o critério de construir prosperidade para todos enquanto obtém os resultados que sua organização precisa. “Algumas características são fundamentais em bom líderes, como focar na fonte dos problemas e enxergar as pessoas como solução. Além disso, ele comunica assertivamente e mostra seu engajamento 100% do tempo. Ele se importa, quer saber o que acontece com as pessoas, além de saber dos números”, observa Amaral. Dale Carnegie Training – Por 104 anos, a Dale Carnegie Training, por meio de seus programas de treinamento pessoal e profissional vem orientando seus participantes a construir objetivos claros de forma planejada, organizada, com estratégias eficazes, desenvolvendo seus talentos, atitudes, valores, habilidades práticas de comunicação, gestão, liderança, relações humanas, engajamento, vendas, negociação, controle de estresse e apresentações de alto impacto. Segundo Amaral, a Dale Carnegie é a única organização que genuinamente fornece processos de treinamento transformadores. “Levamos nossos participantes a mudarem emocionalmente, mentalmente e em seus comportamentos e habilidades. Nosso limite é o interesse de nossos clientes em desenvolverem-se. Somos a única empresa de treinamentos que comprova o retorno sobre o investimento em pessoas”, diz. Mais informações sobre o Intensive Leadership Academy, programação completa e inscrições no site www.ilabr.com.br.

Reaquecimento do mercado imobiliário sinaliza aceleração da economia

Os quatro primeiros meses de 2017 foram marcados pelo aumento do otimismo de empresários e pela retomada de vendas no comércio. Mesmo que sejam sinais tímidos, já é uma demonstração de que a economia está voltando ao rumo do crescimento. O Bank of America Merril Lynch apontou, agora em maio, que o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro do primeiro trimestre deve ter alta de 1,3%. Outras instituições financeiras brasileiras estão de acordo e sinalizam o mesmo cenário positivo. O mercado imobiliário também dá sinais de reaquecimento. Segundo a ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios), o primeiro trimestre de 2017 apresentou alta de 12% nas vendas de novas cotas de consórcio de imóveis, enquanto o volume de créditos comercializados subiu 30%. A Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário, uma das principais administradoras do segmento, registrou crescimento similar. Nos primeiros quatro meses de 2017, a empresa aumentou em 19,95% os créditos comercializados, em comparação ao mesmo período do ano anterior. No Paraná e em Santa Catarina, onde a Ademilar está consolidada, a alta foi de 14%, e em São Paulo, o índice da empresa foi de 68%, principalmente devido à expansão da rede de atendimento. Para a diretora-superintendente da Ademilar, Tatiana Schuchovsky Reichmann, o momento reflete a busca do consumidor por planejamento e educação financeira. “Estamos há 25 anos no mercado e o crescimento da procura por consórcio imobiliário é um reflexo claro do comportamento dos brasileiros em relação às finanças. Com um cenário econômico não tão seguro, foi preciso reforçar o planejamento financeiro e estudar as melhores opções para adquirir bens, especialmente imóveis. E, diante dessa análise, o consórcio se sobressai como uma opção inteligente de investimento”, analisa.

Atos aposta em Londrina como polo de inovação e tecnologia

A Atos, líder internacional em serviços digitais, está transformando o site de Londrina (PR) em seu principal Centro de Inovação e Tecnologia na América do Sul. Inaugurada em 2013 com 80 funcionários, voltados inicialmente para atividades de suporte de TI, a planta cresceu e conta hoje com 560 colaboradores, ampliando seu escopo de atuação para o desenvolvimento de produtos, soluções e plataformas, alinhadas à visão global do grupo sobre transformação digital. Dentre as principais novidades desenvolvidas pelos especialistas da Atos em Londrina, destaca-se o Atos Connected Shopping, aplicativo de transformação do varejo que acaba de ser lançado no mercado. O app aprimora a experiência de compra em estabelecimentos como supermercados, atacadistas e lojas de materiais de construção, por exemplo, ao eliminar a necessidade de o cliente circular pelo estabelecimento carregando os produtos em carrinhos. Com o Atos Connected Shopping basta escanear o código de barras ou QR Code com o celular, pagar no caixa e retirar o produto na saída da loja. Outra solução inovadora é o Auro, software de automação que utiliza a tecnologia de computação cognitiva para sistematizar a coleta de dados em documentos de texto e tabelas, por exemplo, eliminando a necessidade de digitação manual de informações. O objetivo da aplicação, que já está disponível, é reduzir custos e erros com processos burocráticos, promover ganho de tempo e otimizar a mão de obra, permitindo que o capital humano das empresas seja direcionado para atividades de maior valor. “Os ótimos resultados obtidos em um espaço de apenas quatro anos reforçam nossa convicção sobre o acerto da escolha por Londrina. Vamos continuar investindo na formação e desenvolvimento de nossos profissionais para continuar crescendo aqui”, comenta Yves Guillaumot, CEO da Atos América do Sul. Desenvolvimento da região A escolha de Londrina para sediar o Centro de Inovação e Tecnologia da Atos levou em consideração a localização geográfica e o potencial econômico e de recursos humanos da região. Desde sua chegada a Londrina, a Atos tem promovido parcerias com universidades e outras instituições de ensino da região, como Unifil, Unopar, UEL e Senai, para promover a formação de profissionais especialistas em tecnologia. Desde 2014, a empresa é conveniada ao Pronatec, programa do governo federal voltado ao ensino técnico. As ações de treinamento e desenvolvimento para os colaboradores da sede de Londrina também já começam a se refletir na primeira geração de profissionais formados localmente que se tornaram gestores. Jogos Olímpicos Outro ponto alto da operação da Atos em Londrina ocorreu durante os Jogos Olímpicos Rio 2016. Pela primeira vez na história das Olimpíadas, parte da operação de TI foi realizada fora da cidade sede. A atuação do time de Londrina, que contou com a contratação de 70 novos profissionais, recebeu diversas notas máximas em pesquisas de satisfação do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) durante o período de competições. Essa experiência é a base para o próximo passo da transformação digital dos Jogos, que ocorrerá em 2018, em Pyeongchang, Coreia do Sul. De forma inédita, toda a operação de tecnologia da próxima Olimpíada de inverno será realizada de forma remota, a partir de um centro de operações na Espanha.

Curitiba conta com plataforma de contratação de serviços online

O tempo anda cada vez mais escasso para todo mundo. O conforto e a comodidade que startups, por meio de plataformas delivery, oferecem com serviços essenciais são boas saídas para unir o útil ao agradável. Afinal, quem não gosta da praticidade em contratar um serviço em apenas alguns cliques? Em Curitiba, o GetNinjas, plataforma que conecta usuários a prestadores de serviços e é considerado o maior aplicativo para contratação da América Latina, já faz parte do dia a dia da população. A empresa reúne, em um mesmo ambiente, mais de 10 categorias e 200 subcategorias de serviços, entre eles: encanador, pedreiro, eletricista, jardineiro, personal trainer, diarista, professores particulares, cabeleireiros, enfermeiros, churrasqueiro, entre outros. Pelo GetNinjas, o cliente solicita um orçamento e recebe o retorno de até três profissionais, que por sua vez, fazem o contato direto com o interessado, fechando a contratação do serviço por telefone, SMS ou Whatsapp. Na capital do Paraná, os serviços mais solicitados são assistência técnica de celular e aparelhos domésticos; serviços domésticos com destaque para diaristas e babá; reformas e reparos com profissionais da área de marcenaria, pedreiros e eletricistas e, por último, profissionais da área buffet, como serviços completos e animação de festas. Dos serviços realizados no GetNinjas, 34% são feitos por mulheres, entre 18 e 54 anos, e 66% por homens, entre 18 e 64. Os hábitos de consumo passaram a estar diretamente ligados à internet. E, apesar do forte crescimento do mercado mobile, em Curitiba, 75% dos agendamentos de serviços ainda são feitos via web, por meio de um desktop ou notebook, e o mobile representa 25%. Outros dados que ganham destaque, 73% dos profissionais cadastrados na base do GetNinjas, que atendem em Curitiba, possuem ensino superior completo, 9% pós-graduação e 78% estão em um relacionamento sério ou são casados. Todos os profissionais da plataforma passam por uma avaliação criteriosa, que vai desde do histórico profissional até consultas em órgãos públicos. Além disso, com o recurso de geolocalização do aplicativo, o profissional tem a facilidade de atender diversos clientes em um mesmo bairro ou bairros próximos em um mesmo dia, já que a plataforma tem uma delimitação geográfica de acordo com a necessidade do profissional, o que acaba diminuindo o custo de sua operação, com deslocamento, por exemplo. Com a crise econômica do Brasil, o GetNinjas se tornou uma excelente alternativa para os profissionais que querem, além de flexibilidade na rotina, aumentar sua renda e a liquidez do seu negócio.

Impostômetro marca R$ 800 bilhões amanhã, 14 dias antes do que no ano passado

O Impostômetro da Associação Comercial do Paraná (ACP), que replica os números do painel instalado no prédio da entidade do setor produtivo de São Paulo, chegará à marca de R$ 800 bilhões nesta quarta-feira (10), por volta das 15h. O valor representa o total de impostos, taxas e contribuições pagos pela população brasileira desde o primeiro dia do ano. Em 2016, esse mesmo montante foi arrecadado somente em 24 de maio, ou seja, 14 dias mais tarde. Até o momento, essa é a maior diferença de tempo nas arrecadações na comparação entre 2016 e 2017: • R$ 100 bilhões - mesmo dia do que em 2016 • R$ 200 bilhões - 4 dias antes do que em 2016 • R$ 300 bilhões - 9 dias antes do que em 2016 • R$ 400 bilhões - 8 dias antes do que em 2016 • R$ 500 bilhões - 9 dias antes do que em 2016 • R$ 600 bilhões - 10 dias antes do que em 2016 • R$ 700 bilhões - 9 dias antes do que em 2016 • R$ 800 bilhões – 14 dias antes do que em 2016 No portal www.impostometro.com.br é possível visualizar os valores arrecadados em todos os estados e municípios, e também por período e categoria (produção, circulação, renda, propriedade). O painel foi implantado para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade. O impostômetro da ACP está instalado na fachada da sede da entidade, localizada na Rua XV de Novembro, 621.

Curitiba recebe o Emerging Talks – Going Global for Brazilian Startups

O projeto do Vale do Pinhão foi lançado no início deste ano pela Prefeitura de Curitiba com o objetivo de transformar a capital paranaense na primeira cidade inovadora da América Latina até 2020. Ainda em 2015, Curitiba ficou em terceiro lugar no ranking das cidades brasileiras com maior potencial inovador, de acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) em parceria com a revista Inovação. Alinhada a este cenário, a capital paranaense recebe no próximo dia 09 de maio o Emerging Talks Curitiba, primeiro webinar promovido pelo Sistema Fiep, por meio de seu Centro Internacional de Inovação, e StartupBrics sobre inovação, startups e mercados emergentes. Com a participação de Samir Abdelkrim, fundador da StartupBrics, o evento será dedicado a sinergia entre os ecossistemas de inovação de Curitiba e da França. “O ecossistema de empreendedorismo inovador da cidade de Curitiba, apoiado e catalisado pelo Sistema Fiep, possui potencial muito concreto, para ser rapidamente reconhecido entre os blocos emergentes, como a África ou a China, bem como em países já consolidados em termos de inovação, como a França”, afirma Filipe Cassapo, gerente do Centro Internacional de Inovação do Sistema Fiep. “Neste sentido, o Emerging Talks Curitiba, será uma grande oportunidade para fortalecer a internacionalização das nossas empresas startups e levar a tecnologia e inovação do Paraná para o mundo”, completa. Ao final das apresentações, StartupBrics e Sistema Fiep assinam um MoU (Memorandum of Understanding), para aproximar os ecossistemas de inovação das duas instituições. Segundo a diretora da StartupBRICS, Charlotte Burrier, Curitiba oferece uma situação geográfica interessante por aproximar os atores que podem fomentar a inovação, o que chamou sua atenção. “Fiquei em Curitiba por três ou quatro dias e conheci pessoas que de alguma forma já se conheciam, se relacionam em várias esferas”, afirma. “No Campus da Indústria, por exemplo, há um colégio, uma incubadora, um centro de pesquisa. Nesse mesmo espaço físico estão pessoas de setores diferentes, mas todos com o foco na inovação. Essa concentração geográfica contribui para estimular um ecossistema superimportante e que cresce rapidamente”, diz. O evento é gratuito e aberto ao público. As inscrições podem ser feitas pelo link: www.eventbrite.fr/e/billets-emerging-talks-curitiba-going-global-for-brazilian-startups-33890385054 Confira a programação do Emerging Talks Curitiba: 9: 00 Apresentação StartupBrics, por Samir Abdelkrim. 9: 30 Apresentação do Centro Internacional de Inovação do Sistema Fiep, por Filipe Cassapo. 10:00 Apresentação Becoworking, por Ruben Grave, sobre a Importância de criar comunidades inovadoras de impacto internacional. 10: 30 Apresentação da Endeavor – Programa Scaleup, por Marco Antonio Mazzonetto. 11:00 Apresentação da Bond'innov, French Tech Ticket (competição francesa de startups aberta a startups do mundo todo). 11:30 Apresentação do Innovation Week Challenge, por Bruno Rondani. 12: 00 Assinatura do MoU. * As autoridades e participantes franceses estarão presentes por meio do webinar Emerging Talk Curitiba – Going Global for Brazilian Startups Dia 09 de maio, das 09 às 12:00, no Laboratório de Criatividade do Campus da Indústria (Avenida Comendador Franco, 1341, Jardim Botânico) Inscrições gratuitas no site: www.eventbrite.fr/e/billets-emerging-talks-curitiba-going-global-for-brazilian-startups-33890385054

Camara-e.net dá dicas de compra segura para o Dia das Mães

Com a aproximação do Dia das Mães, muita gente vem buscando no comércio eletrônico uma maneira de economizar nos presentes. Mas é bom o consumidor ficar atento às ofertas, aos prazos de entrega e aos sites onde efetua a compra. Pensando nisso, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) revisou seu Guia da Compra Segura e incluiu dicas especialmente para essa data. Verifique se o site da loja exibe endereço, telefone fixo ou filial física. Observe informações como razão social e CNPJ e confirme esses dados no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br). Se a situação estiver “baixada”, “cancelada” ou “inativa”, desista da compra. Alguns sites não possuem essas informações por conta das políticas da empresa ou formato de comercialização, como é o caso de marketplaces. Pesquise sobre a reputação da loja que você escolheu. O Procon traz uma lista atualizada mensalmente de sites não recomendados: http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php. Consulte os sites que facilitam a comparação de preços, produtos e serviços. Eles são excelentes fontes de informação, e estão constantemente atualizados. Observe os prazos de entrega. Como a data se aproxima e o e-commerce rquer alguns dias para a entrega da compra, certifique-se de que o presente será entregue a tempo para o Dia das Mães. Tenha antivírus, antispyware, firewall e tudo o que for possível para evitar que qualquer usuário mal-intencionado tenha acesso às suas informações. Ao fazer o cadastro no site para finalizar a compra, registre uma senha forte, contendo letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais. Evite utilizar computadores públicos para as compras, a fim de garantir maior segurança dos seus dados. Lembre-se de que é possível comprar pelo smartphone ou tablet, além do computador convencional. Use sites que tragam serviços de pagamento de renome. Nos que oferecem a opção de boleto, verifique há quanto o tempo a loja está em operação (isso é possível verificar no site da Receita). Verifique se a loja possui conexão de segurança nas páginas em que são informados os dados pessoais do cliente como nome, endereço, documentos e número do cartão de crédito. Geralmente essas páginas são iniciadas por http:// e o cadeado está ativado (ícone visualizado em uma das extremidades da página). Clique no cadeado e observe se a informação do certificado corresponde ao endereço na barra de navegação do computador. Leia a política de trocas e devoluções antes de finalizar a compra. Se tiver dúvidas, ligue entre em contato com a loja para saná-las. Guarde todas as informações e e-mails referentes à compra, como número do pedido, confirmação de pagamento e código de rastreio do envio. Observados estes cuidados, o e-consumidor poderá realizar sua compra de forma segura e tranquila.

7 erros que levam ao abandono de carrinho no e-commerce

Em uma experiência 100% bem-sucedida no e-commerce, o consumidor pesquisa e compara preços e marcas até decidir comprar. Em seguida, visita o site, escolhe o produto e conclui o pedido. O problema é que, no meio dessa jornada, podem surgir contratempos que prejudicam o relacionamento do cliente com a loja e põem em risco a oportunidade de venda. Um grave sinal de que algo está errado é quando o cliente desiste da compra, após selecionar o produto. O abandono de carrinho é um dos indicadores mais temidos pelos lojistas online. Por este motivo, a Rakuten Digital Commerce destacou 7 erros dos quais todo lojista virtual deve fugir para combater esse vilão. 1) Baixa navegabilidade Quando visitamos uma loja física, queremos ser bem recebidos, circular à vontade e encontrar com facilidade o que procuramos. Esta expectativa também existe no ambiente online e tem tudo a ver com a navegabilidade. Não há nada mais desagradável do que se deparar com uma página que demora a carregar ou que exibe mensagem de erro, imagens que não abrem e botões que não funcionam. O lojista precisa estar atento e testar as funcionalidades do seu site sempre que possível como se fosse o seu cliente. Corrigir rapidamente as falhas e redirecionar as URLs com defeito para outras em perfeito funcionamento, pelo Redirect 301, são determinantes para que os consumidores concluam sua jornada de compra. Garantir uma boa navegabilidade não é um bônus, mas uma obrigação de todo e-commerce. Quando começar, você perceberá que este será um dos seus maiores aliados contra o abandono de carrinho. 2) Usabilidade falha Se a primeira impressão é a que fica, a usabilidade é outro aspecto forte que garantirá a percepção positiva da loja. Muitos e-commerces caem na armadilha de economizar nesse ponto e acabam perdendo vendas. Quer alguns exemplos de uma usabilidade falha? Botões de “call-to-action” mal posicionados, layout confuso, menus desorganizados, campo de busca escondido, pop-ups que interferem na navegação e fontes pequenas que dificultam a leitura, entre muitos outros.Todos esses erros aborrecem o consumidor e podem fazê-lo, inclusive, perder a confiança na loja. Ao equalizar os investimentos, o lojista precisa ter em mente que a experiência do usuário é um dos principais catalisadores da compra. Além de diminuir as taxas de abandono de carrinho. Por isso, considere dedicar parte de seus recursos para melhorar a usabilidade do seu site e alavanque sua conversão. 3) Exigência de cadastro prévio O cliente encheu o carrinho e está pronto para fazer o checkout. Nesse momento, recebe o aviso de que precisa preencher um longo cadastro, para seguir adiante. Se você compra online com frequência, certamente, já passou por isso muitas vezes. As chances de que o cliente se irrite são grandes e o resultado é óbvio, não é? Carrinhos abandonados. A dica aqui é ter um cadastro enxuto. Solicite apenas os dados necessários do cliente e habilite o autopreenchimento sempre que possível para encurtar ao máximo essa etapa. Mais rapidez significa mais satisfação e potencial de venda. 4) Checkout não otimizado Logo após o cadastro, o cliente já inicia o checkout propriamente dito. Nessa hora, também é preciso se policiar para não ameaçar a conversão da loja. É um erro achar que esta será a única oportunidade de se conectar com o consumidor, tentando obter dele o máximo de informação. Pelo anseio de coletar dados suficientes, o site pode sobrecarregar o comprador e fazê-lo desistir do carrinho. Ter um processo rápido, prático e seguro é o ideal. Como fazer isso? Reduza a quantidade de etapas, se possível mantendo todos os campos necessários em uma página só. Essa matéria sobre o One Page Checkout da Rakuten fala mais sobre a importância de um modelo enxuto de finalização. No momento do pagamento, garanta que o cliente não será direcionado para outra página para inserir seus dados bancários. Sempre que puder, habilite as opções de autopreenchimento. A regra é: facilite a vida do comprador e terá sucesso. 5) Meios de pagamento incompatíveis Ainda no checkout, há um ponto crucial que pode fazer o consumidor desistir de comprar na loja: o pagamento. Se o site não oferece uma interface completa, com certeza perderá vendas. O que isso quer dizer? É preciso disponibilizar diferentes formas de pagar pelo produto ou serviço. As principais bandeiras de cartões de crédito do mercado e boleto bancário são algumas opções comuns para o público brasileiro. Vale lembrar que, para confiar suas informações à loja, o consumidor precisa reconhecer que está em um ambiente seguro. Atender às expectativas do cliente exibindo certificados e selos de segurança é essencial. Além disso, ter o protocolo HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure), que garante a criptografia dos dados do usuário, nas páginas da loja também é importante. Com essas iniciativas, dificilmente o e-commerce terá prejuízos por conta do pagamento e reduzirá o abandono de carrinho. 6) Frete e prazo final Lembre-se: no e-commerce, não há vendedores acompanhando a jornada do cliente em tempo real. O que isso significa? Que o comprador precisa visualizar todas as etapas com clareza, no site. A comunicação deve ser objetiva, sem ruídos e, o principal, sem surpresas desagradáveis. Muitas vezes, o consumidor passa por todo o funil de vendas e só descobre quanto pagará de frete e qual será o prazo de entrega no final do checkout. Se o valor e a data não agradarem, ele deixará o carrinho sem pensar duas vezes. Que tal incluir um simulador de entrega junto à página do produto. O seu cliente, com certeza, dará mais valor à sua loja e terá uma experiência melhor. 7) Experiência não responsiva O mobile já virou primeira tela em muitos países do mundo e o Brasil segue esse ritmo de perto. Por isso, nunca é demais repetir: não deixe sua loja alheia à transformação móvel. As compras online por smartphones e tablets estão crescendo a cada ano. De acordo com o último relatório Webshoppers, do Ebit, as vendas do e-commerce por esses dispositivos devem aumentar 40% este ano, abrangendo 32% do total de transações. Por isso, fique atento para que seu site funcione bem, não apenas na tela do desktop. Apesar de fecharem a compra no computador, muitos consumidores iniciam as pesquisas e enchem o carrinho via mobile. Se a loja não garante uma experiência responsiva, fica bem atrás da concorrência. Ainda mais, porque ser mobile friendly é, inclusive, um requisito de peso para os motores de busca do Google. Dê a atenção merecida a este requisito fundamental no e-commerce e logo perceberá as taxas de abandono de carrinho caírem.

Escritório com estação de trem marca investimento de R$ 3 milhões da GFT Brasil em Curitiba

A GFT Brasil, empresa especializada em tecnologia para o setor financeiro, abre escritório em Curitiba para atender o sul do Brasil e exportar serviços. O novo escritório tem layout inspirado em uma histórica estação de trem da cidade, que fica ao lado do prédio em que está a GFT. Veja os detalhes na reportagem em vídeo do valoragregado.com .