Câmara Municipal discute Crise Hídrica em Curitiba

Foto:Rodrigo Fonseca (CMC)

Foto:Rodrigo Fonseca (CMC)

As consequências da grave estiagem que atinge o estado do Paraná serão debatidas nesta quinta-feira (4) a partir das 14h30, durante reunião pública virtual promovida pela Câmara Municipal de Curitiba. A iniciativa é do vereador Bruno Pessuti (PODE), que preside a Comissão de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Assuntos Metropolitanos do Legislativo municipal. Além das Sessões Plenárias e das reuniões de comissões, esta é a primeira audiência realizada no formato on-line pela Câmara durante a pandemia.

O objetivo da reunião é ouvir autoridades na área de recursos hídricos e propor medidas para a necessidade de adoção, por exemplo, de um “novo normal” no que se refere ao consumo de água durante o período de estiagem e com a mudança de conceito no que se refere a capacidade de suporte dos recursos hídricos e estrutura de abastecimento.

“Em meio à pandemia, estamos enfrentando o desabastecimento de água em função da estiagem. A crise hídrica é um tema de suma importância e, inclusive, fator agravante no combate à COVID-19. Por isso, a Comissão de Meio Ambiente vai ouvir autoridades para debater o abastecimento de água em Curitiba e medidas que possam ajudar a população que sofre com o desabastecimento e que auxiliem o meio ambiente”, explica Pessuti. Segundo ele, a reunião poderá resultar em uma sugestão ao executivo sobre o tema.

DADOS – A crise no abastecimento, considerada a maior dos últimos 20 anos, provocou reflexos concretos no cotidiano da população. Algumas cidades do Estado enfrentam rodízio no fornecimento de água. Desde 1997 , quando o Simepar começou a monitorar as condições do tempo, nunca choveu tão pouco. A baixa precipitação persiste já há dez meses. A redução no volume de chuvas em Curitiba foi de 43,1%.

Além da estiagem, o isolamento social aumentou o consumo de água em 10%, segundo informações da Sanepar. O sistema que abastece a capital é composto por barragens e por captação superficial em alguns rios. No entanto, o nível das barragens está baixo, o que resultou na necessidade de rodízio de água nos bairros. O governador Ratinho Junior (PSD) chegou a decretar situação de Emergência Hídrica no começo de maio.

PRESENÇAS – Além dos vereadores que integram a Comissão, participam da reunião: o Diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do Instituto Água e Terra do Paraná, José Luiz Sccrocaro; o Diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Cesar Gonchorosky; a Diretora do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ana Carolina Schimidlin e o Superintendente de Controle Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Ibson Gabriel de Campos.

Reunião virtual sobre a Crise do Abastecimento de Água em Curitiba

Iniciativa: Comissão de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Assuntos Metropolitanos da Câmara Municipal de Curitiba

Data: Quinta-feira (04/06), a partir as 14h30.
Transmissão: a reunião virtual poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal do YouTube da Câmara Municipal de Curitiba:
http://www.youtube.com/channel/UCJcOI81tiobWp9FyeCuJMiw

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.