Covid-19 e suas 4 fases, visão da KPMG

A Covid-19 impõe novos desafios às empresas e deve ser compreendida em 4 fases. Além disso, essas fases estão relacionadas com aspectos de segurança das pessoas e do atendimento adequado de clientes e da comunidade. Essas são algumas das conclusões de um conteúdo apresentado pela KPMG em um webcast exclusivo para jornalistas realizado no dia 17/6.

“Precisamos humanizar mais. A pandemia está evidenciando que somos iguais e trabalhamos em um ecossistema integrado de economia, infraestrutura, negócios e pessoas. E, principalmente, significa termos um olhar mais amplo. Precisamos observar mais o próximo”, afirmou Charles Krieck, presidente da KPMG no Brasil e na América do Sul.

De acordo com o conteúdo apresentado pela KPMG, as 4 fases relacionadas com a pandemia para as empresas são as seguintes:

– Reação, com trabalho remoto e implementação de planos de continuidade de negócios;
– Resiliência, com administração remota dos negócios, manutenção da entrega aos clientes continuidade das operações;
– Retomada, com retorno ao trabalho nos escritórios e presença física em reuniões;
– Nova realidade, com reflexão sobre como serão os escritórios e o que deve ser planejado agora.

“Resiliência significa adaptabilidade, agilidade e compromisso com a nossa cultura. Realizamos uma série de ações para cuidar das nossas pessoas e da sustentabilidade do nosso negócio”, afirmou Charles Krieck.

Sobre a nova realidade, o conteúdo evidenciou que esta fase envolve mais foco em negócios, criatividade, adaptação a um novo mundo e abordagens setoriais. Além disso, os investimentos da empresa aumentaram em recursos digitais e de inovação para que essa nova realidade esteja conectada ao modo como a KPMG compreende clientes e adapta serviços.

Outro ponto relevante abordado foi o da comunicação, considerado essencial nesse momento de incertezas. “Comunicação é alento, tranquilidade, transparência e credibilidade. Quanto mais dialogarmos, melhor preparados estaremos para o futuro”, afirmou Charles Krieck.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.