Dia do Consumidor: a primeira grande oportunidade do varejo em 2020

Por Alessandro Gil, diretor executivo da Linx Digital

Em um mercado competitivo e ágil como o e-commerce, é importante que as marcas estejam atentas às expectativas dos seus clientes. O Dia do Consumidor, celebrado em 15 de março, é uma espécie de Black Friday à brasileira, do primeiro semestre e surge como uma oportunidade de estreitar relações por meio de promoções e benefícios que enalteçam o cliente e satisfaçam sua busca contínua por melhores condições de compra.

O cenário brasileiro para o e-commerce é bastante animador. Segundo levantamento feito pela Nielsen e a Ebit, o comércio eletrônico cresceu 16,3% em 2019. No ano, foram realizados cerca de 148 milhões de pedidos online, sendo que o gasto médio durante o período foi de R$ 417. Por fim, o setor fechou 2019 com um faturamento de R$ 61,9 bilhões.

Nesse contexto, o Dia do Consumidor já começa a ganhar status entre as promoções de interesse do público. O crescimento na procura pela data foi de 113% em 2019, apontou o Google Trends. Muitos varejistas já estão ligados na oportunidade que a data representa, ainda mais em tempos de coronavírus, que deve impor uma tendência de que as pessoas fujam de grandes aglomerações e busquem ainda mais, fechando suas compras no conforto e segurança dos seus lares. Contudo, uma situação semelhante foi um dos principais impulsionadores das gigantes chinesas no início dos anos 2000, por isso, é importante ficar de olho nas seguintes dicas:

Faça uma boa oferta – O Dia do Consumidor tem como apelo principal o preço. Promoções e entrega grátis completam a tríade para conquistar o bolso do público. Uma ideia para impulsionar as vendas é oferecer vantagens exclusivas para quem já é cliente. Um cupom de desconto ou brindes e condições especiais por e-mail podem reengajar aqueles que fazem parte da sua base de contatos.

Os cupons são opções inteligentes para competir com varejistas de outros sites que vendem os mesmos itens. Um extra de 10% de desconto pode fazer o cliente preferir sua oferta em vez da concorrência. Mas lembre-se: nem só bom preço atrai. É preciso aperfeiçoar a experiência de compra nas lojas, buscando converter experiências em resultados.

Aproveite a onda e crie uma estratégia digital eficiente – Use o barulho criado pela mídia em relação à data para chamar a atenção dos consumidores para suas ofertas. Isso pode ser feito sem muito custo, com táticas inteligentes de SEO, ou até mesmo com campanha pagas em mídias como Google, Facebook e Linx Ads, desde que sejam ajustadas para encarar a concorrência, que também disputará a mesma oportunidade.

Organize a logística da operação – Verifique as suas mercadorias, especialmente as que estarão em promoção. Fatores como validade, quantidade suficiente e se elas não estão com defeitos ou avarias são essenciais. Também se certifique de que o estoque virtual esteja atualizado na plataforma ou outros sistemas e nos marketplaces. Para as estratégias omnichannel, é imprescindível contar com uma solução que consiga integrar todas as operações com eficiência, que agregue valor ao seu e-commerce para que seu estoque trabalhe com prateleiras infinitas – ligando lojas físicas e virtuais.

Apesar de ainda não ter o mesmo peso que a Black Friday, o Dia do Consumidor tem um bom apelo emocional e vem se consolidando como uma oportunidade de calendário do varejo no primeiro semestre. Por que não aproveitar?
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.