Empresas ganham impulso com implementação de filosofia Lean

Criar métodos efetivos para organizar e estruturar tarefas dentro de uma corporação está longe de ser uma tarefa fácil e a disputa pela eficiência entre empresas tornou o investimento em gestão de processos indispensável. Unir os feitos garantindo qualidade, agilidade e eficiência focados nas necessidades do cliente, eliminando desperdícios e melhorando continuamente produtos e serviços é o que almejam companhias de todo o mundo e o que a startup brasileira Pipefy oferece para todas elas, em um curto espaço de tempo.

A metodologia Lean, responsável pelo aperfeiçoamento de procedimentos em busca de mais eficiência, se baseia, principalmente, na redução dos desperdícios da produção. Foi esse mesmo método que deu origem à plataforma de gestão de processos em nuvem, hoje presente em 150 países ao redor do globo. A experiência na filosofia não somente tornou a Pipefy referência no modelo, como permitiu que ela fosse capaz de tornar outras empresas – de todos e quaisquer tamanhos e segmentos – Lean também.

A Berneck, por exemplo, maior exportadora brasileira de madeira, com faturamento na casa do bilhão, conseguiu poupar 40 mil horas de trabalho ao ano, reduzir em 31% o prazo de entrega de seus produtos na exportação e, ainda, obter 270% ROI (Return on Investment – Retorno sobre Investimento).

“Aqui na Pipefy, estimulamos que o time execute mais com menos e adotamos o mindset de Learn by Doing, ou seja, aprender fazendo. Como conseguimos isso? Empoderando nossos colaboradores a terem total autonomia em resolver problemas. É preciso que eles tenham a cabeça de dono e pensem sempre em como evitar erros e manter qualidade e o valor que tanto prezamos e entregamos ao cliente”, conta Alessio Alionço, CEO da startup.

Desde sua fundação, a Pipefy já recebeu investimentos da Redpoint Ventures, Valor Capital, 500 Startups, Founders Fund e dos fundadores da Zendesk, Morten Primdahl e Alexander Aghassipour. Em 2018, a empresa levantou US$ 16 milhões em sua rodada de investimentos Series A, encabeçada pela OpenView Partners e Trinity Ventures.

Hoje, com mais de 162 funcionários, incluindo profissionais de países como Estados Unidos, Nicarágua, Israel, Egito e Venezuela, a empresa está entre as melhores PMEs brasileiras para trabalhar. “A junção de produto inovador e eficiência de método chamou a atenção de gigantes que hoje fazem parte do nosso portfólio. Entre eles estão o McDonald’s, Unilever, Ambev e IBM”, comemora o executivo.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.