UP oferece 153 bolsas de estudo para 2018

Considerada pelo MEC a melhor universidade privada do Paraná,a Universidade Positivo (UP),de Curitiba (PR),vai distribuir 153 bolsas de estudo que variam de 5% a 100%,para ingressantes no ano letivo de 2018. O projeto engloba 33 cursos presenciais de Bacharelado e Licenciatura e tem uma meta ambiciosa de atrair os melhores alunos do Estado para a instituição privada. De acordo com o reitor da UP,José Pio Martins,“o melhor ensino só é possível com a junção dos melhores professores,a melhor estrutura e os melhores alunos”. As bolsas de estudo serão distribuídas entre os melhores colocados no vestibular de verão 2018. Cada programa de Bolsas Meritórias tem suas regras específicas,que podem ser conferidas no site da instituição. Mais informações e inscrições no site www.up.edu.br/bolsas.Um estudo realizado este ano pela UP,com 6.983 vestibulandos,revela a insatisfação do brasileiro com o ensino público. Questionado qual seria a sua escolha se,ao mesmo tempo que passasse no vestibular em uma universidade pública,o candidato ganhasse uma bolsa de estudos para o mesmo curso na Universidade Positivo,77% responderam que escolheriam a particular. A média varia pouco de acordo com o curso pretendido:enquanto 73% dos que pretendem cursar Engenharia e 72% dos vestibulandos de Direito optariam pela universidade privada,essa é a escolha de 77% dos candidatos a Medicina e 79% dos candidatos ao curso de Administração. Provas acontecem dia 1o de outubro em 14 cidadesO vestibular de verão 2018 da Universidade Positivo (UP) será realizado no dia 1o de outubro,nas cidades de Curitiba,Brasília,Campinas,Cascavel,Chapecó,Criciúma,Florianópolis,Guarapuava,Joinville,Londrina,Ponta Grossa,Porto Alegre,Ribeirão Preto e São Paulo. Os editais já estão disponíveis no sitewww.up.edu.br/vestibular. São 12.179 vagas para 57 cursos de graduação presenciais,semipresenciais e flex,de bacharelado,licenciatura e tecnologia.As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo sitewww.up.edu/vestibular até 25 de setembro. A taxa de inscrição é de R$ 320 para candidatos ao curso de Medicina,R$ 90 para os demais cursos de licenciatura e bacharelado e R$ 40,00 para os cursos superiores de tecnologia,semipresenciais e flex. O ensalamento será divulgado no mesmo site,na Área do Candidato,às 18h do dia 27 de setembro. As provas são elaboradas pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e são compostas por questões discursivas e objetivas.

Projeto Brasii leva suas cervejas artesanais ao Business Day em Curitiba

O chef e cervejeiro Allan Cunha levará as cervejas especiais do seu Projeto Brasii para degustações durante o Business Day,evento promovido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham),que ocorre dia 27 no Centro Universitário Curitiba (Unicuritiba). Empresários de todo o Paraná terão a oportunidade de conhecer as cervejas Brasii já lançadas,como Moqueca,Rollmops,Fried Chicken e Vina Lager.A ideia do projeto é mostrar como é possível viver uma experiência gastronômica,harmonizando pratos populares da culinária brasileira e mundial com cervejas cujos ingredientes foram escolhidos e combinados especialmente para tornar a refeição inesquecível. A previsão é que o Business Day,com entrada gratuita e aberto ao público,reúna 1,5 mil profissionais.Lançado há um ano,o Projeto Brasii surpreendeu a cena cervejeira do país com cervejas como Moqueca,Rollmops,Fried Chicken e,a mais curitibana de todas,a Vina,uma lager que é o lançamento mais recente.No caso da Fried Chicken,a cerveja foi produzida com a famosa cervejaria americana Against The Grain e a receita sugerida no rótulo é do famoso frango frito do Kentucky. Brasii em latim significa malte.O nome do nosso país,Brasil,vem de pau-brasil,a madeira encontrada nas florestas com intensa cor de brasa.Malte e brasa fizeram parte dos primeiros passos do homem na produção milenar das cervejas. A mistura de diferentes maltes,distintos sabores vindos do lúpulo e de outros ingredientes,sempre presentes nas leveduras,nunca limitam as combinações.

AMCHAM reúne 1,5 mil empresários para promover oportunidades de negócios

O Business Day é gratuito e aberto ao público;reunirá também o Fórum de Competitividade,com apoio da A.Yoshii Engenharia e a presença do jornalista William Waack entre outras personalidadesA Amcham-Curitiba (Câmara Americana de Comércio) vai reunir representantes de empresas do Paraná de todos os portes,no dia 27 de setembro,no Business Day,evento gratuito e aberto ao público. A expectativa é reunir 1,5 mil executivos,empresários e empreendedores,para um grande evento de networking e difusão de conteúdo sob o tema “A Terceira Onda – Como a informação está mudando a competição”.“Vamos promover nosso maior encontro do ano entre executivos altamente estratégico de todos os setores,com informações relevantes e situações que favoreçam negócios. Tudo isso em um ambiente dinâmico,que promove a interação dos participantes,compartilhamento de conteúdo e troca de boas práticas de mercado”,afirma o gerente regional da Amcham Curitiba,Gustavo Silvino.O Business Day é um evento que retrata o core business da Amcham,trazendo ao público os principais produtos e serviços oferecidos pela instituição,envolvendo rodadas de negócios,workshops,palestras,ações de comércio exterior,divulgação de marcas e opções gastronômicas. “A ideia é oferecer toda a experiência Amcham em um único dia,reunindo associados,todos nossos produtos e a sociedade empresarial”,completa.Fórum de CompetitividadeO destaque do dia será o Fórum de Competitividade,com palestras do jornalista e cientista político William Waack,da ex-embaixadora dos Estados Unidos no Brasil e CEO da Boeing para a América Latina,Donna Hrinak,e do presidente da Coamo,José Aroldo Gallassini.O objetivo do Fórum,que conta com o apoio da construtora A.Yoshii Engenharia,é promover um debate sobre a produtividade do mercado brasileiro,a inserção global do país,a viabilidade de novos acordos comerciais e consequências para o desenvolvimento nacional e também sobre a participação da iniciativa privada nos grandes projetos de infraestrutura.“O atual cenário econômico do Brasil deixa muitas dúvidas e a informação é uma das maiores ferramentas para que o setor empresarial,desde o pequeno empreendedor até o grande executivo,possa tomar decisões com menos risco”,conclui o gerente regional.InscriçõesO Business Day é aberto para sócios e não sócios da Amcham-Curitiba. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 25 de setembro. Já para o Fórum de Competitividade,as inscrições custam R$ 300 para sócios e R$ 900 para não sócios,até 25 de setembro.Business Day +Fórum de CompetitividadeData:27/9 (quarta-feira)Horário:14h às 20hLocal:UniCuritibaEndereço:R. Chile,1678 – RebouçasInscrições: www.amcham.com.br/curitiba ou (41) 2101-9350Mais informações:/ eventos.curitiba@amchambrasil.com.br.

Horário flexível e até cervejada:vantagens oferecidas pela ACOM Sistemas para cativar colaboradores

 Para muitos profissionais,uma simples possibilidade de entrar ou sair mais cedo no trabalho é vital para conciliar a agenda pessoal com as obrigações diárias.Com o objetivo de atender interesses nesse sentido,a ACOM Sistemas ofereceu um acordo de flexibilização da jornada de trabalho,acertado com o sindicato que representa os colaboradores e devidamente registrado no Ministério do Trabalho.Micheli Quirino,responsável pela Gestão de Pessoas na empresa,explica que muitos colaboradores precisavam de um horário flexível para atender filhos,estudar,fazer outras atividades e até para se ajustar com transporte.Micheli explica que foram adquiridos equipamentos de abertura digital da porta de acesso e software de gerenciamento de horários para maior segurança das pessoas e da empresa. E o investimento já começa a gerar bons resultados.“Entendemos que pessoas felizes,mais satisfeitas,são mais engajadas e produtivas. Encontramos uma fórmula para atender as necessidades e já recebemos feedback bastante positivo depois da implantação dessa novidade. Até nas entrevistas para novas contratações,sentimos satisfação dos candidatos ao saber dos benefícios oferecidos”,explica Micheli.Humberto Largura Neto,agora,consegue fazer exercícios físicos em uma academia,antes de ir para o trabalho. “Também posso participar de eventos dos filhos na escola e ainda venho para a empresa e volto para casa em horários de trânsito mais calmo”,comenta o Analista de Implantação.Com quatro anos de empresa,Flávia Alves pode sair mais cedo para buscar os filhos na escola. “É uma facilidade que ajuda também meu marido,que tem horário mais rígido. Nossa família admira o fato de a empresa se preocupar com os outros compromissos dos colaboradores”,comenta Flávia. Eduardo Petti Costa aproveita os dois lados do horário flexível. Chega um pouco mais tarde durante a semana,mas,quando quer viajar,chega e sai mais cedo. “Também consigo fazer academia pela manhã. Meus amigos não acreditam quando digo que posso chegar mais tarde na empresa”,comemora o Desenvolvedor.Além da jornada flexível,a ACOM Sistemas investe em outras formas de tornar o ambiente de trabalho mais agradável.Em uma sexta-feira,os colaboradores puderam experimentar cervejas especiais oferecidas por um cliente da empresa. A cervejada de final de expediente no “Boteco da ACOM” foi um momento para relaxar e entrar no clima de final de semana. Revistas e publicações sobre temas diversos ficam à disposição em várias áreas da empresa para quem gosta de leitura. E também vão ser organizadas sessões de cinema com filmes que sirvam de inspiração para a equipe. Das telas do cinema,veio a ideia para Emilly Oliveira,Menor Aprendiz, colorir uma das paredes da empresa com uma ilustração alusiva ao filme Divertida Mente,que trata sobre como lidar com emoções e comportamento,principalmente em tempos de mudanças. E mudança é o que não falta para o setor de tecnologia,sempre em transformação. Para seguir prosperando em novos tempos,a ACOM Sistemas se dedica para garantir aos colaboradores um ambiente em que o trabalho se desenvolva de maneira cada vez mais produtiva e,ao mesmo,tempo,“divertidamente”.  

iFood faz promoção especial em Curitiba

O iFood - líder em delivery on-line de comida no Brasil - preparou uma promoção especial em Curitiba. A partir de hoje,os usuários terão direito à entrega grátis nos pedidos feitos em todos os restaurantes da cidade cadastrados na plataforma.Os pedidos podem ser feitos diretamente pelo site ou pelo aplicativo e é necessário fazer o pagamento online com cartão de crédito. O pedido mínimo é de R$25,00,sem contar a taxa de entrega. Os usuários só precisam incluir o voucher ZEROUCURITIBA no local indicado,garantindo o desconto no fechamento da compra.O valor do voucher sempre será equivalente à taxa de entrega e a promoção é válida para os 20.000 primeiros pedidos,com limite de apenas um por pessoa. Acesse o website da promoção e saiba mais.

Wipro tem mais de 140 vagas para Curitiba e São Paulo

A Wipro Limited (NYSE:WIT,BSE:507685,NSE:WIPRO),empresa global líder em Tecnologia da Informação,Consultoria e Serviços de Processos de Negócios,está nessa parcela de oportunidades. A organização,que possui mais de 1300 colaboradores no país,concluiu seu programa anual de trainees no começo de junho,contratando mais de 80 novos estudantes e recém-graduados,e segue agora com mais de 140 vagas em aberto para,em sua maioria,aumentar o quadro de colaboradores. As oportunidades se dividem entre São Paulo e Curitiba,sede do Centro de Entrega Global da companhia,e vão desde analistas até cargos gerenciais. A companhia também tem se aproximado cada vez mais de universidades e escolas de tecnologia,participando de eventos,feiras e palestras a fim de expandir o Talent Brand Wipro.Para esse ano,a Wipro tem metas agressivas,especialmente pelo alto crescimento de algumas de suas unidades de negócios,como BPS - Business Process Services (Serviços em Processos de Negócios),Digital & Consultoria e BFSI - Banking,Financial Services and Insurance (Banco,Serviços Financeiros e Seguros),essa última devido à aquisição da brasileira InfoSERVER,especialista em tecnologia para bancos e serviços financeiros.A empresa oferece salário compatível com o mercado e com a função do profissional,além de vale transporte,vale refeição,assistência médica,odontológica,seguro de vida e auxílio creche para crianças de até cinco anos. O Programa de Participação dos Resultados (PPR) também está entre os benefícios,além do incentivo ao estudo de idiomas,que acontece conforme a demanda do projeto. A seleção prévia se inicia com o chamado employee referral,um programa de indicação para funcionários da Wipro,a ideia é que pelo menos 25% das vagas sejam preenchidas por meio desse programa. Com os primeiros candidatos selecionados,são realizados testes técnicos e de idiomas e,de acordo com o cargo,ocorrem na sede de Curitiba ou de São Paulo.DesafiosMesmo com um número de vagas expressivo e um mercado que está voltando a aquecer,o time de Talent Acquisition (Recrutamento e Seleção) da Wipro encontra algumas dificuldades na contratação;visto que a empresa atua com tecnologias avançadas e de conhecimento específico,e a mão de obra nem sempre atende aos requisitos solicitados. Uma das principais dificuldades,e que se aplica de maneira geral aos cargos em aberto,é o idioma. Uma empresa global como a Wipro,tem relacionamento com variadas nacionalidades,e por isso,um segundo idioma é imprescindível.A TI deixando de ser TINo primeiro trimestre,a Wipro adicionou 83 novos trainees ao seu quadro de colaboradores,e para os próximos quarters,pretende manter o ritmo. Uma das inovações do último processo foi a realização de entrevistas online,por meio de ferramentas de transmissão de vídeo e voz. As atividades posteriores contemplaram dinâmicas de grupo,entrevistas técnicas,comportamentais e estudos de caso.Um detalhe interessante é de que a formação dos candidatos a trainee não se resume apenas à tecnologia;com o digital,a TI saiu do tradicional,e consequentemente as contratações seguem esse padrão. Hoje,cursos como matemática,estatística e até design têm feito parte das seleções. Depois de contratados,os estudantes são submetidos a treinamentos que vão desde o desenvolvimento de habilidades – apresentação,negociação e comunicação – até os mais técnicos. Uma vez alocados em projetos,eles passam por avaliações semestrais e encontram,a partir disso,grandes oportunidades de crescimento.Para Ankur Prakash,VP para New Growth and Emerging Markets,"a Wipro é uma empresa de oportunidades,nosso time de trabalho é excelente no que faz,e por conta disso têm altas chances de crescer na corporação. Temos um processo de seleção consciente,e além dos colaboradores,buscamos trainees comprometidos e esforçados,pois mesmo com os desafios,acreditamos no país. É por isso que continuaremos a investir na força de trabalho brasileira. "Os interessados em se candidatar podem enviar seu currículo para o e-mail careers.wipro@wipro.com,colocando no assunto do e-mail o nome 'Talent Acquisition';ou podem ainda acessar o perfil global da empresa no LinkedIn e selecionar a opção de 'visualizar vagas':www.linkedin.com/company/1318/

Siemens anuncia roadshow do TIA Portal V14 em Curitiba e principais mercados no Brasil

A Siemens está realizando desde julho o Innovation Tour 2017,um roadshow por 18 cidades do Brasil para apresentar a versão v14 do TIA Portal (Portal de Automação Totalmente Integrado),plataforma de engenharia com uma ampla gama de novas funcionalidades para Fábrica Digital e Indústria 4.0. Curitiba irá receber o evento nos dias 5 e 6 de setembro. Os participantes poderão ver de perto o funcionamento da ferramenta,além de checarem sua aplicação em diferentes mercados.A cidade vê na indústria uma das molas propulsoras de sua economia. Seu parque industrial é bem variado,contendo um dos maiores polos automotivos do Brasil. Além disso,Curitiba tem um PIB de R$ 79 bilhões e tem a quinta maior economia do País,de acordo com o IBGE. "As novas funções para processos digitais do TIA Portal versão 14 o torna um elemento essencial as indústrias que caminham para a digitalização. Estas incluem o comissionamento virtual com o "gêmeo digital",a operação virtual e em rede com soluções flexíveis em Cloud,interfaces abertas para maior conectividade,assim como consistência de dados e transparência na produção",explica Vittorio Caccia,especialista de produto da Siemens.Outro benefício da nova versão destacada pelo especialista é a redução do Time to Market graças à colaboração coordenada entre equipes interdisciplinares e à geração automática de códigos de automação,que substituem a programação manual. "O TIA Portal oferece a fabricantes de máquinas e proprietários de sistemas todo o suporte neste processo com engenharia consistente,operação transparente,e implementação da digitalização nos processos. "Innovation Tour 2017Para profissionais com interesse em aprender na prática as funcionalidades da nova plataforma TIA Portal v14,o roadshow da Siemens oferece o Hands On,um treinamento prático realizado das 8:00 às 18:00,com limite de 20 vagas gratuitas e com conteúdo centrado em digitalização e soluções integradas (PLC,HMI,Drives e Servoacionamentos). Já para o período da noite,das 18:30 às 20:30 horas,a proposta será a de um encontro para networking e apresentações de especialistas sobre digitalização e sobre os benefícios da nova versão do TIA Portal v14 (com vagas para 120 pessoas e participação também gratuita)."Nosso propósito é mostrar como a digitalização combinada a automação pode ajudar o Brasil a ser mais competitivo,e TIA portal poder ser o grande parceiro para que diversos setores produtivos do País possam caminhar a passos largos para aumentar sua competitividade,de forma simples e organizada e com um investimento acessível",explica Vittorio da Siemens.A plataforma TIA Portal v14 da Siemens tem compatibilidade com diferentes verticais do mercado e por isso o lançamento será de amplo interesse a todas as praças contempladas pelo roadshow. "Nossa ideia com esta iniciativa é chamar os profissionais de elétrica,manutenção e automação de cada uma das regiões para apresentar quais tipos de solução com foco na digitalização o TIA Portal v14 pode agregar",pontua o executivo.Veja abaixo quais cidades brasileiras contemplam o roteiro para a apresentação do TIA Portal v14 da Siemens:Campinas (17 e 18 de julho;26 de setembro – evento noturno)Ribeirão Preto (20 e 21 de julho;28 de setembro – evento noturno)Goiânia (24 e 25 de julho)Uberlândia (27 e 28 de julho)Belo Horizonte (31 de julho/ 1º de agosto)Rio de Janeiro (3 e 4 de agosto)Maringá (7 e 8 de agosto)Cascavel (10 e 11 de agosto)Chapecó (14 e 15 de agosto)Passo Fundo (17 e 18 de agosto)Caxias do Sul (21 e 22 de agosto)Porto Alegre (23 e 24 de agosto)Blumenau (29 e 30 de agosto)Joinville (31 de agosto e 1º de setembro)Curitiba (5 e 6 de setembro)* São Caetano (19 de setembro – somente evento noturno)* Salvador (02 de outubro – somente evento noturno)* Recife (03 de outubro – somente evento noturno)* Fortaleza (05 de outubro – somente evento noturno)Inscrição e mais informações,acesse:www.siemens.com/br/pt/home/company/fairs-events/innovation-tour-2017.html

Seminário debate Reforma Trabalhista

Sob o tema geral “Reforma Trabalhista - Primeiras Impressões”,o Conselho das Relações Trabalhistas da Associação Comercial do Paraná (ACP),promove nessa sexta-feira (1) um seminário destinado a esclarecer dúvidas dos participantes sobre as várias demandas que começam a ser apontadas pelos meios jurídicos,acadêmicos,empresariais,sindicais e de trabalhadores. O coordenador do Conselho das Relações Trabalhistas,advogado e professor universitário Rodrigo Fortunato Goulart,organizador do evento,afirmou que “o seminário,que deverá ter continuidade em outras manifestações similares,é o início de uma longa discussão sobre um tema de grande interesse para a economia do país”. Com esse objetivo em vista,a organização do seminário elencou uma série de convidados com reconhecida folha de serviços nos setores de sua atuação profissional como a magistratura,o mundo das relações trabalhistas e até a medicina do trabalho,entre outros,para a abordagem de aspectos específicos da Reforma Trabalhista. Os conferencistas convidados são Alberto Emiliano de Oliveira Neto (procurador do Trabalho);Márcio Pereira de Barros (presidente da Executiva Outsourcing);Luiz Fernando Busnardo (chefe da seção de Relações do Trabalho da SRTE/PR);Roberto Dala Barba Filho (juiz do TRT/PR) e Ruddy Facci (médico do Trabalho e presidente do Grupo Insat),além do próprio coordenador Rodrigo Fortunato Goulart. Aspectos como terceirização,novo papel dos sindicatos,homologação de planos de carreira,novas regras de sucessão de empregadores e responsabilidade do sócio retirante,CLT e perícias médico-judiciais na Justiça do Trabalho,estarão em exame ao longo do seminário dessa sexta-feira,das 9h às 12h,no auditório principal da ACP. Reforma Trabalhista - Primeiras ImpressõesSexta-feira (1º de setembro),das 9h Às 12hAssociação Comercial do Paraná – Rua XV de Novembro,621

Agosto acaba em Freeday da Cabify em Curitiba

A Cabify,plataforma inteligente de mobilidade urbana,está sempre atenta aos anseios de seus usuários e vai dar aquela forcinha extra para quem chegou ao fim do mês ansioso pelo próximo pagamento. Para isso,a Cabify oferece,nesta quinta-feira,dia 31,um freeday para os usuários de Curitiba. Eles poderão usufruir da promoção inserindo o código CWBDECABIFY,que dará direito a 100% off em três corridas,com desconto máximo de R$15,00,das 07h até às 20h58 do dia 31 de agosto. A promoção é válida para todos os usuários da categoria lite. Não se aplica para contas corporativas. Em alguns carros parceiros,os passageiros poderão encontrar ainda cervejas variadas,enquanto durar os estoques."A Cabify procura sempre contribuir e oferecer uma experiência incrível para os seus usuários. Como o nosso intuito é colaborar cada dia mais com a mobilidade urbana das cidades e com o deslocamento das pessoas,estamos oferecendo um freeday nesse último dia do mês para quem precisa utilizar o serviço,mas ainda não recebeu o pagamento",destaca Thaís Cunha,gerente Geral da Cabify em Curitiba.Qualidade,segurança e transparência são os principais diferenciais da Cabify. A plataforma realiza um rígido processo de seleção dos motoristas parceiros,que praticam uma direção responsável e segura. Além disso,a Cabify preza pela transparência dos serviços prestados por trabalhar com a "rota ótima",na qual o valor cobrado leva em consideração o melhor trajeto,preocupando-se também com a segurança dos seus motoristas parceiros e passageiros,permitindo apenas pagamentos por cartão de crédito ou Paypal.Atualmente,a Cabify está presente em seis capitais - Rio de Janeiro (RJ),Curitiba (PR),Belo Horizonte (MG),Brasília (DF),Porto Alegre (RS) e São Paulo (SP),além de outras seis cidades do Estado de São Paulo - sendo elas Campinas,São Bernardo do Campo,São Caetano do Sul,Santo André,Santos e São Vicente. Em um ano de atuação,Cabify Brasil já está entre as cinco maiores operações da empresa no mundo.

Óculos de Realidade Virtual e Maxpad são atrações do stand da A.Yoishii no Park Shopping Barigui

A.Yoshii Engenharia inaugurou um stand no Park Shopping Barigui. O espaço,que vai permanecer no Shopping até o dia 12 de novembro,tem 30 m² e fica localizado no piso térreo. O objetivo da ação é promover a marca e divulgar o segundo empreendimento da construtora em Curitiba:o Maison Legend Ecoville. A torre de 38 pavimentos tem entrega agendada para Maio/2021 e fica localizada na Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi,no bairro Ecoville - a poucos metros do shopping. Os apartamentos contam com 272 m² de área privativa,opções de três ou quatro quartos,varanda gourmet integrada à sala de jantar e living,aliando modernidade à tradicional sofisticação dos projetos da construtora paranaense.E,para que o público possa conhecer cada cantinho do futuro lar,além da tradicional maquete,o espaço conta com uma Maxpad e com os óculos de Realidade Virtual (RV). “Todas as ferramentas disponibilizadas pela A.Yoshii acompanham as inovações tecnológicas e proporcionam aos clientes a melhor experiência possível,impactando-os positivamente desde o início. Eles precisam se sentir em casa”,explica a analista de Marketing da construtora,Fernanda Zambroti. Além disso,no stand é possível fazer o tour virtual 360º nos empreendimentos da A.Yoshii,localizado no Batel.O atendimento é realizado das 11 às 23h,de segunda a sexta,das 10 às 22h,no sábado,e das 14 às 20h,aos domingos.

Com ajuda de Incubadora,três novos escritórios de advocacia são criados no Paraná

O sonho de muitos advogados de se lançar como empreendedores está se concretizando graças à Incubadora de Escritórios de Advocacia,uma iniciativa pioneira no Brasil e no mundo que começa a dar os primeiros resultados. Criada no Paraná em uma parceria entre a Universidade Positivo e o Instituto Internacional de Gestão Legal (IGL),a Incubadora já ajudou a lançar três novos escritórios:Campos Klein e Advogados Associados,com foco em agronegócios;Fidelis & Velasco Advogados,com foco em entretenimento;e um outro grupo incubado está no momento abrindo o seu escritório,o Kern Di Scala,Moreto e Silva Advogados,que tem foco em startups. Os três são de Curitiba.A Incubadora faz a ponte entre o mercado e o conhecimento obtido pelos recém-formados nas universidades,com a experiência de mentoria em Inovação e Gestão Legal. Surgiu com o propósito de ampliar o campo de atuação dos advogados recém-formados que desejam ingressar em áreas inovadoras do Direito,possibilitando que em um ambiente propício ao empreendedorismo e com apoio gerencial,os escritórios tenham melhores condições de deslanchar e obter sucesso no mercado jurídico.“A Incubadora proporciona novos conhecimentos,em uma prática diferente de tudo o que esses advogados viram quando eram alunos,pois não há disciplina de Gestão Legal nas faculdades de Direito. E o mais importante,são abertos novos campos e perspectivas na profissão,já que a ideia é orientá-los para que possam desenvolver um trabalho inovador,em uma área que mais os agrade”,explica a professora Thais Paschoal Lunardi,coordenadora do projeto pela Universidade Positivo.Em dois anos já passaram pela Incubadora de Escritórios de Advocacia mais de 130 participantes. Só os melhores foram incubados. Na fase de pré-incubação,que tem duração de oito semanas,os acadêmicos de Direito e jovens advogados aprendem a estruturar o Legal Canvas - ferramenta empresarial de gerenciamento estratégico adaptada para escritórios de advocacia - do seu futuro escritório. Adquirem também amplo conhecimento do mercado e aprendem metodologias de gestão estratégica,gestão de equipes e sociedade de advogados.Durante esse período,eles se reúnem e participam de palestras,dinâmicas e mentorias para preparar o projeto que será analisado pela Comissão Julgadora. Apenas os melhores planos de negócio passam para a fase de incubação,que tem duração de 12 meses. Nesta fase,os incubados têm apoio nas áreas de desenvolvimento técnico-jurídico e de Gestão Legal e são orientados pelo escritório Selem Bertozzi Consultoria,especialista no assunto. De acordo com Rodrigo Bertozzi,que além de sua empresa de consultoria faz parte também do Conselho de Administração do IGL,a ideia é revolucionar a área jurídica e atrair novos talentos. Ele conta que os participantes da Incubadora ganham em pouco tempo conhecimentos e experiência que os advogados levam geralmente cerca de 10 anos para adquirir. “O resultado é a formação de jovens advogados preparados para atuar em áreas especializadas do Direito,com capacitação gerencial e administrativa. O projeto de incubadora na advocacia é o primeiro do gênero no mundo. Foi inspirado nos modelos de incubadoras já existentes em outras áreas,entendendo que o Direito também precisa inovar”,ressalta o especialista.Lara Selem,uma das fundadoras do Instituto Internacional de Gestão Legal,destaca,por sua vez,que o objetivo principal do IGL é multiplicar o conceito de Gestão Legal pelo país por meio da Incubadora,de Projetos de Pesquisa e da Certificação de Gestores Legais. “Para colocar em prática a Incubadora de Escritórios de Advocacia precisávamos de um parceiro educacional e,diante disso,apresentamos o projeto à Universidade Positivo,que aceitou o desafio. Estamos muito felizes com os primeiros resultados”,conclui a advogada e consultora.Um dos requisitos para os jovens advogados participarem da Incubadora é terem sido aprovados no Exame de Ordem da OAB.

Uber cria categoria exclusiva para usuários mais frequentes de Curitiba

O uberX VIP vai conectar usuários frequentes aos motoristas parceiros mais bem avaliados da plataformaQuem usa Uber com frequência para se locomover por Curitiba vai poder ganhar um status diferenciado. A partir desta quinta-feira,24 de agosto,usuários que realizaram 20 ou mais viagens em um mês poderão usar o serviço uberX VIP,uma categoria exclusiva que coloca à disposição desses usuários os motoristas parceiros mais bem avaliados da plataforma.Até agora,a categoria só existia na cidade de São Paulo. Além de Curitiba,o serviço também começa a funcionar nesta quinta em Porto Alegre.Para ser um usuário uberX VIP em Curitiba,é preciso ter feito 20 ou mais viagens durante o mês anterior,utilizando qualquer serviço Uber,como uberX e UberSELECT,por exemplo.A partir de agora,a Uber vai manter os usuários atualizados sobre quanto falta para eles ganharem o status de VIP para o mês seguinte. No primeiro dia de cada mês,desde que os requisitos tenham sido atendidos no mês anterior,o status será automaticamente adicionado à conta.Para verificar se o VIP já está ativo,é preciso fazer o seguinte:1. Abra o app da Uber2. Escolha um destino final3. Se conseguir ver a opção "uberX VIP",ele está ativo e então é só selecionar esta categoriaVale ressaltar que o uberX VIP é um programa mensal,e o usuário só terá acesso até o final do mês corrente. Se ele atender os requisitos necessários para se manter como um usuário VIP,seu status será renovado automaticamente a cada mês.Para chamar um carro pelo uberX VIP,os usuários devem seguir os mesmos passos iniciais que seguiriam para pedir um Uber normalmente. Após ligar o app e escolher o destino final,basta deslizar o menu inferior para a esquerda e selecionar o uberX VIP.Como o serviço conecta usuários aos motoristas parceiros com as melhores avaliações da plataforma,pode ser que o tempo de espera seja um pouco maior que em outras opções da Uber. A categoria terá o mesmo valor de tabela do uberX.

UP incentiva empreendedorismo com espaço Coworking dentro do câmpus

Uma pesquisa realizada com mais de 12 mil jovens de 27 países,entre eles o Brasil,aponta que a geração Y,também conhecida como Millennials,é mais empreendedora que gerações anteriores. E muitas vezes,é nas universidades que estes jovens começam a exercitar este perfil empreendedor. As instituições de ensino superior precisam hoje estar em sintonia com este público,preparando o estudante não apenas para o mercado de trabalho,mas também ajudando os alunos a tirarem as ideias do papel. Nessa fase,aulas de negócios,mentorias,incubadoras ou aceleradoras são fundamentais para garantir o pontapé inicial.Focada em empreendedorismo e na interação de estudantes dos diferentes cursos da instituição,a Universidade Positivo criou o Coworking Espaço Empreendedor. Funcionando dentro da universidade e com uma estrutura física à disposição dos alunos da UP,o espaço permite a troca de experiências e ampliação do networking,ajudando estudantes empreendedores a colocarem em prática suas ideias.Para inaugurar o espaço,a universidade promoveu o concurso Seja um Coworker Residente,no qual diversos projetos de empreendedorismo foram inscritos. Seis deles foram selecionados e poderão ser desenvolvidos com o apoio de mentores especializados. Professores da UP e empreendedores de Curitiba vão oferecer assessoria nas áreas de negócios,tecnologia,finanças,jurídica e recursos humanos. Entre os projetos selecionados estão startups voltadas para venda de serviços culturais,energia renovável,comércio varejista,economia e ciências contábeis. Para garantir a interdisciplinaridade dos projetos,as equipes são compostas por alunos de diferentes cursos da universidade.Para o professor Renato Buiatti,responsável pelo espaço Coworking,o objetivo é oferecer a alunos a chance de exercitar o empreendedorismo em todas as suas esferas. “Aqueles estudantes que têm boas ideias,mas não têm como tirá-las do papel,terão a ajuda da universidade para começar. Além da orientação de profissionais da área,terão à disposição uma infraestrutura sem custos como aluguel e outras despesas”,explica Buiatti. Os estudantes selecionados no concurso também terão contato com investidores-anjo e poderão conhecer de perto grandes startups de São Paulo,em visitas técnicas previstas para acontecer em novembro.Esse tipo de apoio é,na maior parte das vezes,fundamental para o sucesso de um negócio que está começando. A Eng Hive,empresa na área de automação residencial,comercial e industrial,surgiu em 2013,dentro da Universidade Positivo,a partir da iniciativa de estudantes de Engenharia Elétrica. O diretor da Eng Hive,Guilherme Kmiecik,afirma que as assessorias exclusivas,nas áreas de Marketing,Gestão de Negócios,Finanças,Recursos Humanos,Jurídica e de Planejamento,que receberam da Universidade,desde o início,foram fundamentais para o sucesso e consolidação da empresa. “Sem recursos financeiros e conhecimento administrativo,com certeza já teríamos encerrado as atividades”,admite. Para ele,o patamar de maturidade em que a empresa se encontra atualmente levaria pelo menos mais quatro anos para ser alcançado fora da Universidade. “As assessorias mostraram formas,conceitos e atalhos para desenvolvermos um projeto estruturado capaz de se tornar algo viável no mercado”,conta.A empresa conta hoje com uma equipe de 21 colaboradores e tem uma expectativa de faturamento em torno de 1 milhão de reais para este ano. “Isso representa um crescimento de 80% comparado com o ano de 2016”,comemora Kmiecik.

Estudantes de Curitiba estão entre os finalistas do concurso de arquitetura“Parada de Ônibus”

Estudantes de arquitetura da Universidade Federal do Paraná e da Universidade Positivo (Curitiba/PR) estão entre as seis equipes finalistas do concurso de arquitetura "Parada de Ônibus",promovido pelo portal Projetar.org,em parceria com o Concrete Show South America. A proposta para os acadêmicos era projetar um abrigo em concreto para parada de ônibus.A escolha dos finalistas aconteceu em reunião na sede da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP) com os arquitetos jurados:Ruy Ohtake,Yuri Vital,Guilherme Takeda,Simone Gatti e o sócio-idealizador do portal Projetar.org Caio Smolarek Dias. A sessão de julgamento foi coordenada pelo sócio do portal Projetar.org Rafael Reolon.Os projetos finalistas estarão expostos no estande da ABCP no Concrete Show South America,que acontece de 23 a 25 de agosto no São Paulo Expo e o resultado será divulgado no dia 24 de agosto,durante o Seminário “Soluções para Cidades”,parte da programação de conteúdo do evento,e simultaneamente no portal Projetar.org. O seminário “Soluções para Cidades” é gratuito e destinado aos estudantes de arquitetura. Para participar é necessário se credenciar antecipadamente:http://www.concreteshow.com.br/pt/credenciamento. A programação completa de conteúdo do evento você encontra em:http://www.concreteshow.com.br/pt/atracoesAlém de terem suas pranchas expostas durante o Concrete Show 2017,os três primeiros colocados terão os projetos publicados em revistas e blogs parceiros e receberão um certificado de participação. A premiação inclui também uma quantia em dinheiro:1º lugar = R$ 2.300,00;2º lugar = R$ 1.700,00 e o 3º lugar = R$ 1.000,00. As equipes finalistas são:Raquel Moraes Faria e Diego Henrique Pires da Silva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (Porto Alegre/RS).Carine Mariê Merizio,Gustavo de Oliveira Minatti,Ariele Mahara Marchi Freitas,Rayssa Grignani,Daniela Veneri do Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE (Brusque/SC)Matheus Duarte Pardal e Igor Augusto Coimbra de Almeida da Universidade Católica de Santos - UNISANTOS (Santos/SP)Vinicius Muller do Valle e Ana Montrucchio Ilkiu da Universidade Positivo - UP (Curitiba/PR)Leonardo Fernandes de Campos da Universidade Positivo - UP (Curitiba/PR)Karine Pazemeckas de Faria,Vinicius Vulpini Zanluti e Gustavo de Almeida Beccari da Universidade Federal do Paraná - UFPR (Curitiba/PR)

OAB Paraná recebe Pelé para conversa com advogados

[caption id="attachment_5004" align="aligncenter" width="640" caption="Foto:Bebel Ritzmann"][/caption]A OAB Paraná recebeu na noite desta quinta-feira (17) o rei Pelé,que participou de um bate-papo exclusivo com os advogados. A visita histórica do craque lotou o auditório da Seccional e fez parte da programação do II Congresso Nacional de Direito Desportivo.Edson Arantes do Nascimento foi saudado pelo presidente José Augusto Araújo de Noronha,que discorreu sobre os grandes feitos do atleta,como jogador de futebol,cidadão e homem público. “É o maior embaixador do Brasil em todos os tempos. Ninguém mais que Pelé divulgou e tornou nosso país conhecido em todos os continentes”,disse Noronha,manifestando em nome dos advogados paranaenses o orgulho de recebê-lo. “É um orgulho imenso,o maior da minha vida”,reiterou.No início do encontro foi exibido um vídeo com imagens das suas principais jogadas nos campos de futebol desde o primeiro título mundial da seleção brasileira,em 1958. Noronha fez a apresentação e o descreveu:“Era um gênio da bola. O maior de todos,tanto que recebeu o título de Atleta do Século,depois de ter sido coroado Rei do Futebol. Único jogador a vencer três Copas do Mundo,além de ter ganho dois títulos mundiais com o Santos. Foi o maior goleador de todos os tempos com 1281 gols marcados na carreira. Foi responsável por um cessar-fogo na África,durante uma guerra civil,porque os soldados dos dois lados queriam vê-lo jogar”.“Os brasileiros têm que se unir para tirar o Brasil da UTI”Pelé agradeceu a homenagem e manifestou a sua alegria de estar em Curitiba,ainda em recuperação de uma segunda cirurgia. “Sou recebido com tanto carinho,tanto respeito. Quero aproveitar para agradecer as várias mensagens que recebi para que tivesse uma melhora rápida. Estou no andador,logo passarei à bengala e na próxima Copa com certeza estarei lá”,afirmou. Ao se referir às imagens dos gols que foram exibidas,brincou:“Fiz tudo isso com a ajuda de Deus e dos meus advogados.”Pelé confirmou que antes da conquista de 1958,na Suécia,ninguém conhecia o Brasil. “Através do futebol trabalhamos para promover o Brasil e agora vemos o país passar por esse momento. É triste ouvir o que estão falando do Brasil lá fora. Os brasileiros têm que se unir. Temos que dar as mãos e tirar o Brasil da UTI”,conclamou.Lei Pelé:“Foi uma das coisas certas que fizemos”O presidente José Augusto Araújo de Noronha aproveitou a presença de advogados especialistas em Direito Desportivo para perguntar sobre a Lei Pelé e como ele avalia o atual momento do futebol brasileiro. Pelé explicou que a lei foi concebida quando era ministro,a partir de um pedido do presidente Fernando Henrique Cardoso para proteger os jogadores brasileiros e dar condições aos clubes de manter os atletas no Brasil. “Foi uma das coisas mais certas que fizemos. Hoje,infelizmente,está meio confuso,porque os empresários acertam com os jogadores e os clubes formadores ficam com a menor parte do bolo.”O secretário-geral adjunto da OAB Paraná,Alexandre Quadros,também especialista em Direito Desportivo,questionou-o sobre a experiência nos Estados Unidos. “Tive todas as propostas para jogar na Europa,mas tinha um orgulho tão grande de ser brasileiro,que dizia:não quero sair do Brasil. Só aceitei ir para os Estados Unidos porque já tinha me despedido (dos gramados). Recebi a proposta de promover o futebol nos EUA e a experiência foi maravilhosa,porque foi mais uma oportunidade de tornar o nosso futebol conhecido. Hoje o futebol nos Estados Unidos é muito mais organizado do que no Brasil”,afirmou.Em seguida,as crianças da plateia levaram suas camisas e bolas até o palco para serem autografadas pelo craque. Pelé lembrou que dedicou o seu milésimo gol às crianças brasileiras.Estiveram presentes no encontro a secretária-geral da OAB Paraná,Marilena Winter,o diretor tesoureiro Fabiano Baracat,o presidente da CAA-PR Artur Piancastelli,o conselheiro federal Flávio Pansieri,o ex-presidente da Seccional Mansur Teophilo Mansur e o representante da Rede de Ensino Desportivo,Hélcio Kronberg,responsável pela vinda de Pelé a Curitiba.Fonte:OAB Paraná

Tecnologia deve focar em soluções relevantes para o consumidor

[caption id="attachment_5001" align="aligncenter" width="640" caption="Foto:Gelson Bampi/Agência Fiep"][/caption]O consumidor final como protagonista e como alvo de todas as soluções é o que deve nortear os avanços tecnológicos na era da quarta revolução industrial. O tema foi debatido por especialistas nesta quarta-feira (16),em Curitiba,na Jornada para o Mundo Digital,realizada pelo Sistema Federação das Indústrias do Paraná (Fiep). O evento reuniu cerca de 850 pessoas entre industriais,lideranças empresariais e profissionais da área de tecnologia para mostrar os avanços tecnológicos que já aconteceram nas duas últimas décadas e falar sobre o que está por vir na Indústria 4.0.O evento foi aberto pelo presidente do Sistema Fiep,Edson Campagnolo,que destacou o papel da entidade no apoio ao setor produtivo na adesão à indústria 4.0. “ Especialmente o Senai sempre foi reconhecido pela alta competência na área de educação profissionalizante. Nos últimos anos investimos também em inovação tecnológica com um reposicionamento de sua marca não só fortalecendo sua atuação como principal interlocutor da sociedade em educação profissional,mas também com capacidade de atender a indústria na área da inovação tecnológica”,destacou.A presidente da Microsoft,Paula Bellizia,trouxe o dilema entre respeitar o legado das indústrias e buscar novas formas de contato com o consumidor. “A indústria de tecnologia não respeita a tradição,respeita,sim,a inovação. É preciso quebrar paradigmas e sempre fazer o melhor para o cliente e sem atalhos,de forma direta. Isso não tem erro”,disse Paula Bellizia. Segundo ela,a tecnologia deve empoderar as pessoas e as organizações para que elas conquistem cada vez mais. Nesta busca,de acordo com ela,a Microsoft mantém mais de 100 data centers em todo o mundo,onde investe US$ 5 bilhões ao ano.Fazer e pensar diferente“A transformação digital não pode ser mais do mesmo. Tem que ser algo diferente e deve acontecer em toda a organização e não mais apenas em um setor”,destacou Cassio Dreyfuss,vice-presidente de pesquisa da Gartner Research,organização de pesquisa na área tecnológica. Segundo ele,a tecnologia está disponível. “O problema é a cultura e isso não se muda do dia para a noite”,disse. Para ele,esta transformação deve estar pautada em quatro pilares:tecnologia,gestão,gente e liderança.Dreyfus diz que a transformação digital vai acontecer num prazo de quatro a cinco anos e deve começar com o engajamento das pessoas. “É preciso engajar as pessoas,depois criar a visão e o plano. Este plano deve ser executado,monitorado e ajustado sempre que necessário”,disse. “A transformação digital prevê a mudança das organizações que trabalham no sistema de comando e controle para passar a trabalhar com liderança e colaboração”,frisou.O prazo para implementar a digitalização e conexão dos processos pode variar,mas é algo que em breve será realidade. “A jornada digital é um caminho sem volta e sem fim. É permanente. É preciso falhar cedo e aprender rápido. É preciso ser rápido e sair na frente”,disse Rogério Martins,vice-presidente global da Whirlpool – Inovação e Desenvolvimento de Produtos de Refrigeração. Segundo ele,o tempo é o recurso mais valioso para todas as pessoas. Por isso,todas as empresas devem ter o consumidor no centro de suas atenções para promover soluções que facilitem a sua vida. “É preciso conhecer melhor o consumidor. É para ele que devemos fazer a transformação digital. Se focarmos em qualquer outra coisa que não seja o consumidor vamos nos desviar do nosso propósito. “A tecnologia sem propósito é complexidade”,disse.No setor onde atua,Martins conta que a transformação digital viabiliza,por exemplo,o monitoramento da performance dos eletrodomésticos remotamente e consegue atuar de forma proativa com a prestação de serviços. “Não é um redesenho. É preciso repensar tudo e tudo tem que estar focado em soluções relevantes para o consumidor”,frisou.Tecnologia e produtividadeO diretor de educação e tecnologia da Confederação Nacional da Indústria (CNI) Rafael Lucchesi informou que a indústria brasileira ainda usa a tecnologia de forma incipiente. “Embora 85% dos executivos brasileiros considerem a indústria 4.0 como algo importante,apenas 48% afirmam que fazem uso das modernas tecnologias de digitalização. “Temos que melhorar o uso da tecnologia,adotar plantas industriais inteligentes e customizadas. Segundo ele,a tecnologia pode contribuir para melhor os níveis de produtividade no Brasil. Hoje o rendimento de quatro trabalhadores brasileiros equivale a um trabalhador norte-americano. “Neste quesito estamos atrás de México e Argentina”,disse.Lucchesi destacou a importância de formar o trabalhador para atuar na Indústria 4.0. “Hoje 78% do emprego no Brasil é desempenhado por pessoas com qualificação técnica e apenas 3% por profissionais com ensino superior”,informou. Ele lembrou que o Senai teve papel decisivo na terceira revolução industrial formando mão de obra e agora terá também papel decisivo na quarta revolução”,disse,acrescentando que cerca de 95% das vagas abertas pelo setor industrial demandam profissionais formados pelo Senai. Segundo Lucchesi,o desafio é grande porque estima-se que 65% das crianças de hoje atuarão no futuro em profissões que ainda não existem.O diretor da CNI citou o programa Lean Manufacturing (Manufatura Enxuta),do Senai. O programa começou com a meta de buscar um ganho de 20% de produtividade e nas 2.300 indústrias que estão sendo atendidas já conseguimos alcançar um aumento médio de 52% em cerca de dois anos do programa.Lucchesi falou também das soluções tecnológicas que estão em desenvolvimento na rede de institutos de tecnologia e de inovação do Senai,como robôs autônomos para trabalhos em poços de alta profundidade e tintas automotivas regenerativas.Fonte: Fiep

Universidade Positivo recebe CEO’s da Copel,Madero e Grupo Thá

[caption id="attachment_4996" align="aligncenter" width="640" caption="Antonio Guetter,presidente da Copel "][/caption]Antonio Guetter,Junior Durski e Arsênio de Almeida Neto participam de talk show discutindo dificuldades e fatores de sucesso na criseNesta quinta-feira (17),a Universidade Positivo (UP) recebe os CEO’s da Copel,Madero e Grupo Thá - Antonio Guetter,Junior Durski e Arsênio de Almeida Neto,respectivamente -,no talk show:Impactos da Maior Crise Financeira das Últimas Décadas,Reflexões e Fatores de Sucesso. O evento,destinado ao público empresarial,é realizado pelo IBEF PR e acontece no câmpus Ecoville da UP,com intermediação do reitor da instituição,José Pio Martins. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas. O evento é promovido pelo Comitê de Finanças do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças.Palestra IBEF PR:Impactos da Maior Crise Financeira das Últimas Décadas,Reflexões e Fatores de Sucesso. Dia:quinta-feira,17 de agostoLocal:Auditório do Bloco Azul da Universidade Positivo (Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza,5300 - Ecoville),das 18h30 às 21h.Mais informações e inscrições no site www.ibefpr.com.br

Curitiba receberá o 14º Fórum SAE BRASIL de Tecnologia de Motores Diesel

A conectividade avança tanto no desenvolvimento dos veículos comerciais,que são equipados com avançados sistemas de gerenciamento de frotas,quanto nos processos de manufatura,que dispõem de sistemas que realizam trabalhos remotos de engenharia. Debater os desafios e as oportunidades neste cenário é a proposta do 14º Fórum SAE BRASIL de Tecnologia de Motores Diesel,que será realizado no Teatro Positivo,em Curitiba/ PR,dias 22 e 23 de agosto,sob a direção de Michael Kuester,presidente da DAF no Brasil. Reconhecido como principal fórum de discussão sobre motores diesel no Brasil,o encontro receberá lideranças de montadoras,fabricantes de motores e seus principais fornecedores de sistemas e componentes,além de indústria petroquímica,academia,sociedade e governo. “Nesta edição,o fórum abordará o mundo conectado que tanto influencia os investimentos em inovação e as decisões estratégicas atuais,mas manterá o foco nos negócios ligados ao mercado diesel”,adianta Maurício Lavoratti,diretor de Engenharia da Bosch e chairperson da comissão organizadora do fórum. O objetivo é discutir tendências para veículos comerciais leves,pesados,extrapesados,fora de estrada,marítimos e de geração de energia. PROGRAMAÇÃO – O encontro terá seis painéis com palestras e sessões de debate. No primeiro dia,o painel de abertura,“Perspectivas para América Latina”,colocará em debate visões de economia,mercado e regulamentação de emissões. À tarde,o painel “Conectividade” discutirá novas soluções para otimização de custos operacionais;seguido do painel “Inovação em Powertrain”,que abordará tendências como a eletrificação. No segundo dia,haverá dois painéis sobre novas tecnologias,o primeiro focado em soluções para motores Euro 6 e o segundo destinado a lubrificantes e combustíveis. No último painel,“Desenhando o Futuro”,Michael Kuester,presidente da DAF no Brasil,fará considerações sobre as principais lições aprendidas durante o encontro. “Os fóruns da SAE BRASIL são ferramentas eficazes para o acompanhamento de mudanças e de tendências tecnológicas na profundidade e na velocidade dos mercados”,afirma Mauro Correia,presidente da SAE BRASIL.Organizado pela Seção Paraná e Santa Catarina da SAE BRASIL,sob direção de Massami Murakami,o 14º Fórum SAE BRASIL de Tecnologia de Motores Diesel é patrocinado pela AGCO,AVL,Basf,BorgWarner,Bosch,CBMM,CNH Industrial,Cummins,Curtiss-Wright,DAF,Ford Caminhões,FPT – Powertrain Technologies,Innospec,Mercedes-Benz,NGK,Perkins,Tenneco,Texaco e Volvo. O encontro também recebe o apoio da Abimaq,Afeevas,Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria do Paraná,CREA-PR,CREA-SC,FIEP/ SESI/ SENAI/ IEL,NTC & Logística,NTU,Setcepar,Sobratema e Universidade Positivo.14º Fórum SAE BRASIL de Tecnologia de Motores DieselData:22 e 23 de agostoLocal:Teatro Positivo – rua Pedro Viriato Parigot de Souza,5.300,Campo Comprido,Curitiba/ PR

Concurso “Minha startup muda o mundo” chega à 5ª edição

A quinta edição do concurso “Minha startup muda o mundo” que substituiu o anterior “Minha ideia muda o mundo” promovido pela Associação Comercial do Paraná (ACP) por meio do Conselho de Jovens Empresários (CJE),com diferentes apoiadores e patrocinadores,foi lançada nessa quinta-feira (10) em evento realizado na sede da entidade do setor produtivo,com a presença de grande número de interessados que também ouviram as exposições dos especialistas Leonardo Jianoti,Allan Costa e Arthur Igreja. O presidente da ACP Gláucio Geara destacou a participação de jovens empresários na direção da entidade que completou 127 anos de história,afirmando que “os jovens entusiastas pelo empreendedorismo se aliam à experiência dos mais antigos na carreira empresarial,acreditando no futuro do Paraná e do Brasil”. O vice-presidente e coordenador do CJE,Gustavo Tacla,“o mais jovem de todos os vice-presidentes em toda a história da entidade”,segundo Gláucio,fez referência ao concurso cujo objetivo “é fomentar o empreendedorismo no Estado mediante a seleção de participantes indicados por uma comissão avaliadora,na quarta fase do concurso,para o recebimento de auxílio financeiro gratuito para o desenvolvimento das startups vencedoras”. Tacla explicou ainda que todas as informações sobre o concurso estão contidas no regulamento que pode ser acessado no site oficial www.minhastartupmudaomundo.com.br,assim como a ficha de inscrição dos projetos já em exploração ou a serem explorados pelo participante inscrito,voltados “exclusivamente para fins comerciais e de varejo”.Realizado pela ACP e CJE,o concurso “Minha startup muda o mundo” conta com o patrocínio da Fomento Paraná,Companhia Paranaense de Energia (Copel),World Trade Center,Snow Man Labs e Instituto Renault e apoio do Instituto ACP para Inovação,ISAE/PR,CuritibaAngels,Jupter,ECEticca e Andersen Balão Advogados.

Universidade Positivo recebe mais de 10 mil pessoas na Mostra de Profissões

Com 14 horas ininterruptas de oficinas,shows,palestras,bate-papos e atrações para toda a família,a Mostra de Profissões da Universidade Positivo (UP) recebeu mais 10 mil pessoas na quarta-feira (9),em Curitiba. Entre estudantes de escolas públicas e privadas do Paraná e Santa Catarina,universitários e público em geral,o evento ofereceu atividades para ajudar os vestibulandos na escolha da profissão. Realizada desde 2001 nos meses que antecedem o vestibular de verão,o evento recebeu,nos mais de 400 mil metros quadrados do câmpus Ecoville,um número recorde de visitantes.O estudo realizado com 6.983 vestibulandos,por meio de questionário na ficha de inscrição para a Mostra de Profissões da UP,revelou que 37% dos estudantes são de fora de Curitiba e 77% terminam o Ensino Médio no final do ano,enquanto 12,4% já concluíram. Apenas 32% vão prestar um único vestibular – a maioria (63%) planeja se inscrever em 2 a 5 concursos. Entre os fatores que mais pesam na escolha da universidade,o principal é o programa e a qualidade do curso (40%),seguido pela avaliação da instituição pelo MEC (26%) e reputação da universidade no mercado (12%). Os fatores menos citados foram corpo docente (2%),localização (2%),infraestrutura (6%),preço (8%) e reconhecimento dos egressos (6%).A pesquisa também mostra que mais de 30% dos entrevistados ainda não decidiram qual curso pretendem seguir. Entre os que já escolheram,um dado interessante:quase 20% apresentam como primeira e segunda opções cursos de áreas muito diferentes,como por exemplo Arquitetura e Ciências Biológicas. Segundo a professora do curso de Psicologia,Samarah Freitas,o resultado reforça a complexidade da escolha profissional. “Hoje em dia,o estudante não precisa apenas conhecer todas as inúmeras profissões,mas também é importante ter autoconhecimento e não confundir habilidade com o fato de gostar da área”,explica.Para ajudar os jovens nessa missão tão importante para o futuro,os cursos de Psicologia e Engenharia da Computação da UP desenvolveram um aplicativo:o Quiz Profissões. Disponível para os sistemas Android e IOS,com download gratuito,o aplicativo traz situações comuns às mais variadas profissões. A cada passo,o usuário deve escolher com qual delas mais se identifica. O teste ajuda o estudante por meio do autoconhecimento,fazendo-o pensar nas situações apresentadas e se imaginar desempenhando determinados trabalhos. O resultado mostra com qual área - Humanas,Exatas ou Biológicas e Saúde - o usuário tem mais afinidade.