Um curitibano por trás das mudanças na Reforma da Previdência

Convidado pelo relator da Reforma da Previdência, deputado Arthur Maia, e pelo presidente da Comissão, o Consultor em Previdência Renato Follador participou, na semana passada, de uma das discussões sobre a Reforma, em Brasília.

Reunido com os Deputados, que relutam em aprovar a proposta enviada pelo governo federal da forma que está, expôs sua opinião técnica e apresentou sugestões. Os presentes manifestaram-se favoravelmente às colocações de Follador.

Dentre os pontos mais importantes, ele propôs estender a regra de transição a todos aqueles que já estão contribuindo para o Sistema, manter o Fator Previdenciário para que o valor da aposentadoria inicial seja proporcional ao tempo de contribuição e não exija 49 anos para atingir o benefício “integral”, a possibilidade de acumular aposentadoria e pensão, quando houver contribuição para ambos os benefícios, e uma ideia inovadora: a destinação de 1% a 3% do FGTS recolhido pelo patrão a um plano de previdência de livre escolha do trabalhador.

Tags , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.