72,5% dos paranaenses afirmam ter gastado mais com o mercado

Mobills, startup de gestão de finanças pessoais, realizou um levantamento, entre os dias 2 e 13 de julho, com mais de dois mil usuários da plataforma. O recorte para o PR contou com 124 respondentes. Após três meses de enfrentamento da pandemia no Brasil, 38,7% dos paranaenses ainda estão enfrentando um momento delicado em relação às finanças pessoais – sendo que 10,5% tiveram suas receitas totalmente perdidas e 28,2% parcialmente reduzidas.

Em relação ao aumento de gastos aos últimos dois meses, 72,58% afirmaram ter gastado mais com o mercado e 46,77% tiveram aumentos nas contas de água, energia e gás.

Quando perguntado quais categorias os respondentes da pesquisa do Paraná diminuíram os gastos nos últimos dois meses se destacam as respostas para: Lazer (72,58%), Restaurante (52,42%), Vestuário (49,19%), Viagem (47,58%) e Transporte (43,55%).

Em relação às compras online, 40,3% dos paranaenses afirmaram que compraram mais pela internet, enquanto 30,6% mantiveram os gastos. Apenas 29% dos respondentes reduziram essa despesas.

Quando perguntado sobre em quais categorias os respondentes compraram online nos últimos dois meses se destacam: Supermercado (25,81%), Roupas Casuais (21,77%), Games para jogar online e/ou videogames (19,35%), Eletrodomésticos (16,94%), Livros (16,13%), Material de construção e/ou decoração (15,32%), Produtos de beleza e autocuidado (12,10%) e Eletroeletrônicos (12,10%).

Carlos Terceiro, CEO e fundador da Mobills, explica que o aumento de gastos com uma determinada categoria vem justamente para balancear a redução em outros serviço durante a pandemia. “As pessoas gastam mais com supermercado, mas reduzem em Lazer e Restaurantes. Nesse sentido, o importante é se atentar para que os gastos não ultrapassem os ganhos do mês”.

Em relação às compras online, vemos um aumento de vendas em roupas casuais, jogos e videogames e eletrodomésticos. “Isso mostra que os paranaenses estão buscando mais conforto e entretenimento para adaptar a rotina passando a maior parte do tempo em casa”, finaliza Terceiro.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.