Curitiba tem cinco das 100 startups mais atraentes do Brasil em 2020

Das 100 startups mais inovadoras e altamente escaláveis para o mercado este ano, cinco são de Curitiba. No ranking 100 Startups to Watch 2020, estão as curitibanas Beetools, Laura, Hi Technologies, Olist e Polen.

O 100 Startups to Watch é resultado de uma parceria da revista PEGN, Época Negócios, EloGroup e Corp.vc. Em sua terceira edição, a lista reúne empresas de base tecnológica que merecem a atenção de investidores, aceleradoras, governos e grandes empresas.

As empresas foram selecionadas após várias rodadas de avaliação por júris formados por consultores, especialistas e investidores nacionais e internacionais.

O ranking 100 Startups to Watch é dividido em dez setores de avaliação: Agronegócio, Educação, Finanças, Gestão, Impacto Social, Marketing, Saúde e Bem-Estar, Serviços, Tecnologia da Informação e Transporte e Logística.

A escola de idiomas curitibana Beetools, que usa a realidade virtual e a inteligência artificial para ensinar inglês, foi apontada como uma das mais atrativas deste ano no segmento de Educação.

A Hi Technologies, que oferece exames remotos à distância para covid-19, aids, diabetes, dengue e gravidez; e a Laura, que desenvolveu o pioneiro software que alerta sobre o risco de infecções generalizadas (sepse) em pacientes internados em hospitais; foram escolhidas como startups inovadoras e altamente escaláveis do setor de Saúde e Bem-Estar.

Já a Olist, que oferece serviços de e-commerce para colocar pequenos vendedores em grandes vitrines on-line, como Mercado Livre, Americanas.com, Submarino; e a Polen, uma plataforma on-line que permite a uma pessoa fazer uma doação a instituições beneficentes no momento da compra em e-commerces; foram apontadas com startups atrativas em 2020 do setor de Serviços.

Tecnoparque

Para Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, o ranking 100 Startups to Watch 2020 só reforça a importância da Prefeitura e do ecossistema de inovação de Curitiba se unir em torno do Vale do Pinhão.

“A inovação e os processos de mudança tecnológica têm sido a principal força motora para o desenvolvimento econômico sustentável, principalmente neste momento de pandemia da covid-19, permitindo, mesmo com a crise, o aumento da produtividade, da renda, da geração de empregos e da competitividade internacional”, avalia Cris.

A presidente da Agência Curitiba lembra também que a Prefeitura relançou, há dois anos, o Curitiba Tecnoparque, programa de atração de empresas de base tecnológica para a capital. O programa oferece redução de 5% para 2% no Imposto Sobre Serviços (ISS) às empresas que investem em tecnologia e inovação.

“Quando uma empresa inova, ela não se destaca apenas no mercado em que atua, mas impacta também a sociedade a sua volta”, pondera ela.

Duas das empresas que integram o ranking 100 Startups to Watch 2020 – Hi Technologies e Olist – hoje estão enquadradas no Tecnoparque. Desde 2018, quando foi retomado, o Tecnoparque garantiu investimentos de R$ 105,6 milhões para empresas de Curitiba. O valor é referente à desoneração oferecida pelo município às empresas no período.

Metodologia
O 100 Startups to Watch é resultado de uma parceria da revista PEGN, Época Negócios, EloGroup e Corp.vc. No total, 1.972 empreendedores se inscreveram para integrar o ranking nacional.

Os participantes preencheram um formulário composto por 85 questões, com temas como potencial de inovação, tração comercial, tamanho da equipe e captação de investimentos. Depois da primeira triagem, 1.300 foram aprovadas para a fase de avaliação técnica. Estas passaram pelo crivo de 50 especialistas. Por fim, um comitê de avaliação formado por consultores, especialistas e investidores definiu a lista final das 100 Startups to Watch.

Fonte: Prefeitura de Curitiba

curitibait

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.