Empresa curitibana utiliza metodologias ágeis para desenvolver plataforma de comércio exterior

Empresa curitibana utiliza metodologias ágeis para desenvolver plataforma de comércio exterior

Adoção de ferramentas como Big Data e Inteligência Artificial tem ajudado operadores de importação e exportação a tomarem ações mais assertivas nos negócios

Para quem atua em comércio exterior, é praticamente impossível realizar qualquer tipo de operação mais complexa sem o uso de ferramentas tecnológicas como Big Data, Inteligência Artificial, inteligência de mercado, análise de dados, gestão de relacionamento com clientes e outras inúmeras soluções oferecidas por provedores de tecnologia.

Há pouco mais de um ano, a LogComex, provedora de soluções e aplicações para toda a cadeia de comércio exterior, lançou o módulo Search de sua plataforma, aplicação voltada para a análise do mercado de importação. Uma das facilidades que a ferramenta proporciona é a consolidação das informações sobre produtos importados em um só lugar, de maneira simples e organizada, permitindo que o usuário encontre dados utilizando poucos cliques. “É possível analisar importadores concorrentes, os valores unitários e totais das mercadorias importadas, valor do frete, buscar por novos concorrentes, entre outras opções de análise”, detalha Mônica Gabriella da Silva, gerente de produto.

Para o desenvolvimento do módulo, foram adotadas metodologias ágeis  como a design sprint, que contempla as fases de mapeamento, esboço, tomada de decisão, prototipação e teste. Segundo Mônica, a proposta era repaginar um produto existente (Search X), de modo que “seria necessário mapear o processo usado até então, criar um esboço com uma nova solução que viesse a sanar as dores existentes, tomar a melhor decisão com base no que o design sprint sugere (participação de pessoas de diferentes áreas da empresa, discussão de ideias e votação das melhorias sugestões) e, a partir disto, criar os protótipos para serem validados com os usuários”.

O Big Data é uma das essências do módulo Search. A ferramenta utiliza uma série de combinação de dados públicos para trazer informações assertivas. Uma das principais fontes de dados é o Siscori, sistema que tem o objetivo de disponibilizar um determinado conjunto de informações referentes às importações e exportações brasileiras, respeitando o sigilo fiscal, para apoio a outros sistemas e análises estatísticas em geral, que pertencem à base da Receita Federal do Brasil.

De acordo com a gerente de produto,  em comemoração ao primeiro ano, a LogComex está preparando a entrega de duas novas bases de informações para análise das importações, com previsão de entrega até o final do segundo trimestre, possivelmente no mês de junho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *