Empresa do Paraná ocupa segunda posição do ranking das 100 PMEs que Mais Crescem no Brasil, segundo Deloitte

A Prime Control, do segmento de Serviços de Tecnologia da Informação (TI), se destacou na segunda posição no ranking nacional da pesquisa “As PMEs que Mais Crescem no Brasil”, realizada pela Deloitte em parceria com a Revista Exame, com a taxa de crescimento médio anual de receita líquida de 198,03%, entre 2016 e 2018.

Outra empresa paranaense que está presente no ranking é a OrthoDontic, especializada em aparelhos ortodônticos, com crescimento de 44,70%, no mesmo período.

Ranking das 10 PMEs que Mais Crescem no Brasil na região Sul

As 100 PMEs de maior crescimento do Brasil

Para a edição deste ano, que aponta as organizações que mais expandiram seus negócios ao longo dos últimos três anos completos (2016, 2017 e 2018), foram ouvidas empresas que faturaram entre R$ 10 milhões e R$ 800 milhões em 2018. Grande parte das empresas que figuram o ranking das 100 PMEs que mais crescem no Brasil estão localizadas nas regiões sudeste e sul. A primeira, com 51% das empresas participantes e a segunda, com 34%. As principais áreas de atuação são serviços de tecnologia da informação e demais manufaturas (papel e celulose, têxtil e calçados, editorial e gráfico, indústria farmacêutica, indústria química, higiene e limpeza, eletroeletrônicos e metalurgia e siderurgia).

Metodologia e amostra

As empresas que participaram da pesquisa foram convidadas a responder a um questionário eletrônico e compartilhar suas demonstrações financeiras referentes ao período de 2016 a 2018. Do total de 248 que responderam ao questionário, 177 atenderam a todos os critérios da pesquisa e, destas, 100 foram classificadas para o ranking de maior crescimento. A pesquisa tem por base as 100 pequenas e médias empresas que registraram as mais altas taxas de expansão em receita líquida entre 2016 e 2018.

Há 14 anos, a pesquisa “As PMEs que Mais Crescem no Brasil”, realizada pela Deloitte em parceria com a Editora Abril, retrata os temas de maior impacto sobre os negócios das empresas emergentes: gestão, governança corporativa, capital humano, empreendedorismo, inovação, finanças e muito mais.

Acesse os resultados e demais critérios da pesquisa na íntegra em www.deloitte.com/pesquisapmes.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.