Fitch Ratings confirma Fomento Paraná como grau de investimento

Foto: Fomento Paraná

A agência internacional de classificação de risco Fitch Ratings confirmou a classificação de risco da Fomento Paraná como BBB- (BBB menos). É a mesma classificação emitida pela instituição em 2013 e representa a manutenção do status de “grau de investimento” da Fomento Paraná.

A Fitch também retirou o Rating de Suporte Piso e manteve a perspectiva Estável para os ratings corporativos. Os ratings de emissor padrão (IDRs) e os ratings de escala nacional da Fomento do Paraná são equiparados aos do acionista controlador, o Estado do Paraná (IDR de Longo Prazo BBB- / perspectiva Estável).

“A Fitch vê a Fomento Paraná como um núcleo importante para o Estado, como parte fundamental e integrante das políticas públicas do Estado. Também oferece produtos e serviços básicos para os municípios do Paraná e de segmentos do setor privado, que são considerados relevantes para o Estado”, informa o comunicado da Fitch publicado pela agência Reuters.

Para o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, a confirmação do rating da instituição como “grau de investimento” é muito importante, porque sinaliza ao mercado nacional e internacional o grau de confiança e segurança da instituição.

“A manutenção do nosso rating, tendo como referência o estado do Paraná, é fundamental para consolidar a estratégia de expansão da instituição, definida pelo governador Beto Richa, especialmente na oferta de crédito de baixo custo para apoiar os empreendedores paranaenses de micro, pequeno e médio porte”, afirma Juraci Barbosa.

Na opinião da Fitch, as margens operacionais do Estado do Paraná chegaram ao fim do ciclo de 2013 com gastos mais altos do que o esperados, da mesma forma como observado em muitos outros estados. Portanto, “os ratings atribuídos ao Estado do Paraná refletem seu desempenho fiscal estagnado com margens operacionais perto de 4%”, explica o informe.

Os ratings do Estado também consideram a importância econômica como o quinto maior estado do Brasil, seu sistema previdenciário convergindo ao equilíbrio, e a flexibilidade financeira decorrente do mais importante credor do Paraná — o governo federal, que respondeu por 68,6% do total da dívida em Setembro de 2013.

Quanto à Fomento Paraná, de acordo com a agência internacional, com a segurança do portfólio de crédito destinado aos municípios, que compõe 89 % da carteira de crédito total da Fomento Paraná, as perdas nesse segmento tendem a ser mínimas. Como resultado da estratégia da Fomento Paraná em reforçar a oferta de crédito ao setor privado (microcrédito e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 10 milhões), os financiamentos com parcelas em atraso há mais de 90 dias atingiram uma faixa de 0,3% do total da carteira, no período, com um nível insignificante de renegociação financiamentos.

A Fitch considera ambicioso o plano da Fomento Paraná para atingir 25 % de sua carteira de crédito com o setor privado nos próximos anos. A taxa corrente, na época da avaliação, era de 7,1%. Na opinião da Fitch, isso pode traduzir-se em algum aumento de custos de crédito, dado o maior risco imposto por essas posições, a maioria não-garantidos.

A agência classificadora considerou ainda o fato de que a Fomento Paraná trabalha com uma taxa de juros de financiamento mais baixo do que os praticados no setor bancário, devido ao seu papel de instituição de desenvolvimento e não ter como natureza os fins lucrativos. Considerou também os planos para aumentar o financiamento de terceiros (como segundo piso) para operar mais intensamente com empréstimos privados.

Fitch afirma os seguintes ratings:
– em moeda estrangeira e local de longo prazo Emissora Default Ratings (IDRs) em ‘BBB-‘, Perspectiva Estável;
– em moeda estrangeira e local IDRs de curto prazo em ‘F3’;
– nacionais de longa classificação prazo ‘ AA + (bra)’, Perspectiva Estável;
– Rating Nacional de Curto prazo ‘ F1 + (bra)’;
– Rating de Suporte em ‘2 ‘;
– Rating de Suporte Piso WD.

Fonte: Fomento Paraná

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.