“Home Office permite maior liberdade, porém, acompanhado de responsabilidades. Isso não se aprende na escola, nem no trabalho”

Com o objetivo de proporcionar instrução e informação sobre o universo do emprego, foi ao ar na última segunda-feira (04) a live “Oportunidades e desafios: o mercado de trabalho agora”, que deu início ao Worktalks, evento on-line realizado pela Catho. Durante o bate-papo, que contou com a participação de Renato Carvalho, um dos precursores do Officeless – movimento que ajuda empresas a implementarem a cultura de trabalho remoto – foram debatidas questões como adesão do home office em tempos de quarentena, perspectivas para o cenário pós-pandemia, habilidades mais desejadas pelos profissionais, dentre outros assuntos.

Mediada por Ricardo Morais, gerente sênior de Marketing da Catho, um dos pontos de discussão durante o encontro foi a adesão do trabalho remoto “forçada”, sem treinamento, preparo e fora de um ambiente ideal.

Para Carvalho, um dos fatores essenciais para o home office funcionar bem é a comunicação. “De modo geral ela precisa ser clara, objetiva e muito humana. Com o distanciamento é preciso reforçar o diálogo, seja via e-mail, mensagens instantâneas ou até mesmo nas chamadas de vídeo”, explica o especialista.

O profissional ainda ressaltou os benefícios do modelo de trabalho, principalmente relacionado à produtividade e à qualidade de vida, bem como ponderou os desafios enfrentados sem o treinamento adequado. “O home office permite maior liberdade, porém, acompanhada de muitas responsabilidades. Isso não se aprende na escola, nem no trabalho. Com as ferramentas certas é possível garantir grandes resultados”, reforça.

Na próxima segunda-feira (11) o evento irá debater “A importância das relações em tempos de isolamento social”, com o psicanalista e professor universitário Pedro Luiz Ribeiro de Santi. O encontro ao vivo está marcado para às 15h e é possível fazer a inscrição gratuita diretamente no site do Worktalks .

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.