HSM University elenca oito habilidades do profissional de tecnologia

HSM University elenca oito habilidades do profissional de tecnologia

Em um ambiente que está sempre em mudança, ter a capacidade de aliar conhecimentos cognitivos as soft skills é essencial para complementar a performance dos especialistas da área 

O mercado de tecnologia continua aquecido, a corrida pela transformação digital é um dos principais fatores que tem movimentado este segmento. Mas, os profissionais de tecnologia estão preparados para essa demanda? Pensando nisso, a HSM University, plataforma de cursos livres e pós-graduação a distância, elencou as oito principais habilidades que são esperadas destes profissionais.  

Cooperação entre equipes: Ambientes pacíficos e harmoniosos são fundamentais, principalmente, em projetos de longo prazo. Por isso, é fundamental que os profissionais tenham empatia e sejam colaborativos. 

Segurança da informação: Todo profissional de tecnologia deve dominar os assuntos de proteção de informações de indivíduos ou empresas. É imprescindível manter em sigilo dados de clientes em todos os projetos que estiverem em andamento. 

Gestão de pessoas: Essa é uma das principais habilidades, pois ajuda a aperfeiçoar a maneira como lidam com projetos e equipe.

Privacidade de dados: É imprescindível que os profissionais conheçam as normas da LGPD.  

Inteligência artificial: Ter conhecimento e experiência nesta tecnologia é um diferencial. Dominando este tema, os profissionais são capazes de desenvolver sistemas e softwares inteligentes sobre diversos assuntos. 

Liderança comercial: Profissionais de tecnologia precisam ter a habilidade de motivar a equipe a aumentar a produtividade.  

Análise de dados: Saber lidar com isso, ajuda na velocidade de verificar informações, identificar possíveis problemas e solucioná-los. 

Mentalidade ágil: Este profissional costuma trabalhar sob pressão e com prazos curtos. Por isso, é preciso ter a mente ágil para controlar as habilidades e garantir a eficácia do resultado dos projetos.

“Ter as habilidades cognitivas, acompanhar as principais tendências é imprescindível para um bom profissional, mas conseguir aliar essas habilidades as softs skills com certeza é um grande diferencial”, reforça Flavio Pripas, master expert da HSM University. 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *