Microsoft se une ao “Um Milhão de Oportunidades”, iniciativa de empresas, sociedade civil, OIT e UNICEF

Como parte do compromisso com a qualificação e requalificação da força de trabalho no Brasil, a Microsoft se une à iniciativa “Um Milhão de Oportunidades”, uma parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Organização Internacional do Trabalho (OIT), instituições internacionais, setor privado, terceiro setor, governos e sociedade civil. Estão disponíveis na plataforma oficial da iniciativa 32 cursos focados em habilidades digitais elaborados pela Microsoft nas áreas de Letramento Digital, Produtividade, Nuvem, Inteligência Artificial e Dados. A empresa se une ao programa com o objetivo de contribuir para a meta de levar 1 milhão de oportunidades em formação profissional e empregos para jovens de 14 a 24 anos, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade social. A parceria faz parte do programa Microsoft Mais Brasil, um plano de compromisso anunciado no final de 2020 e que tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento do País em diversas frentes.

Segundo projeção do IBGE de 2020, o Brasil conta com a sua maior geração de adolescentes e jovens da história. São mais de 48 milhões de pessoas de 10 a 24 anos no País. Em contrapartida, segundo dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV), um em cada quatro adolescentes e jovens não estuda, nem trabalha. O Censo Escolar mostra que o Ensino Médio é a etapa com maiores índices de evasão escolar. Em 2018, mais de 458 mil adolescentes deixaram a escola sem concluir essa etapa.  “Com a pandemia da Covid-19, esses números podem aumentar ainda mais. É essencial investir, agora, nos adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade, criando oportunidades para que se mantenham aprendendo e consigam ingressar no mundo de trabalho. Só assim será possível quebrar o ciclo de pobreza e desigualdade que afeta tantas famílias”, explica Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil.

“A área de tecnologia vem crescendo a cada ano que passa, e durante essa pandemia ela esteve ainda mais em evidência. Tecnologias como Inteligência Artificial, Machine Learning e Análise de Dados estão moldando novas profissões e oportunidades de emprego, mas é necessário preparar a população para essas oportunidades. Esse é mais um passo que a Microsoft dá rumo à garantia de acesso à tecnologia no Brasil e na qualificação de nossos profissionais”, afirma Lucia Rodrigues, líder de Filantropia da Microsoft Brasil.

Dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) revelam que o Brasil deve demandar mais profissionais especializados em tecnologia nos próximos anos. Segundo o Relatório Setorial de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), até 2024, o País poderá ter um gap de 420 mil profissionais de Tecnologia da Informação (TI). Ciente desse gargalo, a Microsoft desenvolve diversas iniciativas que oferecem cursos de tecnologia gratuitamente, como é o caso do Portal AcademIA, que reúne cursos técnicos na área de TI e da parceria com o LinkedIn Learning, um programa global que foi disponibilizado em português em outubro e oferece 9 rotas de aprendizagem e reúne um total de 96 cursos de capacitação que foram pensados de acordo  com as profissões mais demandadas e habilidades mais desejadas no mercado, levando em consideração tanto habilidades técnicas, quanto as chamadas soft skills. Desde julho de 2020, mais de um milhão de pessoas tiveram contato com os conteúdos da Microsoft e 73 mil delas completaram algum curso na área de tecnologia.

Para endereçar um tema de extrema importância como a qualificação profissional e geração de empregos, a Microsoft anunciou, em outubro de 2020, o “Mais Brasil, um plano abrangente para contribuir com o crescimento do país, com oportunidades de emprego e com a sustentabilidade. Um dos pilares da iniciativa é a capacitação da força de trabalho para os empregos do futuro e por meio desse plano, a companhia está desenvolvendo iniciativas voltadas para essa área.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.