Paraná Clínicas: 91,6% dos clientes satisfeitos com o suporte médico e assistencial

Paraná Clínicas: 91,6% dos clientes satisfeitos com o suporte médico e assistencial

Pesquisa avaliou os serviços prestados ao longo de 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus

A Paraná Clínicas alcançou índice de excelência na pesquisa de satisfação realizada entre março e abril deste ano. Segundo o levantamento, que considera os serviços prestados ao longo de 2020, 91,6% dos clientes estão satisfeitos com o atendimento oferecido nos Centros Integrados de Medicina (CIMs) – unidades próprias da operadora de saúde empresarial em Curitiba e Região Metropolitana.

“Outro ponto importante é que os insatisfeitos representam apenas 1,1% de nossos usuários e não registramos nenhuma avaliação ‘muito ruim’. O próximo passo é entender, internamente, como melhorar ainda mais e conseguir oferecer soluções efetivas para os quesitos apontados por esses clientes”, explica o diretor da Operadora, Juliano Tomazela. 

A avaliação dos serviços de urgência e emergência também ganhou destaque. Segundo a pesquisa, 96% dos clientes Paraná Clínicas entrevistados indicaram facilidade no acesso à serviços de atenção imediata em pronto-atendimento ou pronto-socorro – mesmo durante uma das maiores crises globais de saúde como a pandemia do novo coronavírus.

“A pesquisa confirmou nossa capacidade de adaptação e nossa eficiência em organizar os fluxos de atendimento às suspeitas respiratórias sem deixar de lado o acompanhamento multidisciplinar geral, principalmente de casos crônicos, gestantes, crianças e pacientes oncológicos”, avalia o diretor Assistencial da Paraná Clínicas, Dr. Carlos Mortean.

Em 2020, a operadora criou um ambulatório especial para casos respiratórios, instalado em uma estrutura modular externa no estacionamento do CIM CIC, no bairro Cidade Industrial. Além disso, concentrou o pronto-atendimento pediátrico na Unidade Infantil, no Batel, e implementou rapidamente o atendimento por telemedicina para consultas eletivas e multidisciplinares.

Dentro desse cenário, a comunicação ganhou papel importante. “Foi preciso executar rapidamente um novo plano de marketing e comunicação, focado em orientar nossos clientes sobre as especialidades disponíveis por telemedicina, o acesso ao plano de saúde e o processo de monitoramento telefônico de pacientes com Covid feito pelo PRIORI”, diz a gerente de Marketing da Paraná Clínicas, Juliane Poitevin.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *