PROTESTE lista 7 dicas para fazer compras online

PROTESTE lista 7 dicas para fazer compras online

Fazer compras online é prático e rápido, mas consumidores precisam tomar alguns cuidados

As compras online têm se tornado algo cada vez mais comum, tanto para quem costuma comprar por impulso quanto para quem sempre pesquisa por preços. A pandemia de Covid-19 acelerou esse processo, já que o isolamento social obrigou muita gente a recorrer ao comércio eletrônico para adquirir produtos, essenciais ou não.

Se comprar pela internet já era uma atividade que estava em crescimento, as compras online aumentaram ainda mais durante esses tempos. O e-commerce veio para ficar e os consumidores devem continuar comprando online .

A Infobase, empresa brasileira do setor de Tecnologia da Informação e Negócios, realizou no último ano uma pesquisa para analisar a mudança dos hábitos dos consumidores brasileiros na internet durante a pandemia. Os resultados do estudo identificaram que 13% dos brasileiros fizeram a sua primeira compra online nesse período, enquanto 24% declararam ter aumentado esse hábito.

Porém, em meio a esse crescimento nas compras e vendas online, também crescem as ameaças aos consumidores. Isso porque criminosos estão elaborando formas cada vez mais enganosas de roubar dados de clientes durante as transações de compra pela internet.

Por isso, é essencial tomar cuidado na hora de fazer compras online e evitar golpes e prejuízos financeiros. Para ajudar você nessa tarefa, comentaremos sobre os motivos para comprar pela internet, desde que tome algumas precauções para garantir a segurança no ambiente digital.

Dicas para fazer compras online em segurança

O que estão dizendo sobre a loja?

Uma vantagem que as compras online oferecem ao consumidor é a chance de saber o que outras pessoas falam daquela loja e dos produtos oferecidos. Veja os comentários de quem foi cliente do site no qual você tem interesse em fazer uma compra, leia as avaliações e saiba a opinião de quem já passou por uma experiência de compra nesse lugar.

Você pode fazer isso por uma simples busca no Google (pode ser pesquisando por “o site X é seguro?”), analisando o próprio sistema de avaliação que o Google traz nos resultados da busca. Você também pode verificar essas experiências com a empresa por meio dos perfis que ela possui nas redes sociais e também dos comentários que sites de compra oferecem. Ali, os consumidores compartilham a sua opinião de forma direta e, dessa forma, você pode evitar passar por problemas que outras pessoas tiveram.

Procure saber sobre a reputação da loja

A reputação da loja na qual você deseja fazer sua compra também influencia na tomada de decisão. Para ajudar você a fazer uma boa escolha e saber se a loja é confiável, os órgãos de defesa do consumidor trazem recursos que avaliam a confiabilidade da marca.

A PROTESTE, por exemplo, publica esta lista de reclamações públicas que foram feitas na sua plataforma, o canal Reclame. Ali, você pode procurar pelo nome da empresa e pela área de atuação da marca para verificar qual é a reputação da loja online em que deseja fazer a sua compra.

Também é possível verificar a reputação de uma loja por meio dos Procons (que mostram uma relação de sites para o consumidor evitar) e também do site consumidor.gov.br (que apresenta reclamações e respostas das empresas).

Pesquise informações sobre a marca em si

Além de ver o que estão falando da loja e qual a reputação dela, veja também se essa marca possui dados importantes como telefone, endereço, CNPJ, páginas em redes sociais e site próprio. Essas informações são indicativos de que aquela loja existe de fato e, principalmente, de que você poderá responsabilizar a empresa caso tenha qualquer prejuízo na compra.

Use equipamentos e internet segura

Usar o seu computador ou celular pessoal é uma das maneiras de fazer compras online de maneira segura. Isso porque você evita o risco de terceiros acessarem o aparelho e, de alguma maneira, roubarem os seus dados ou fazer transações sem o seu consentimento.

Isso também vale para a internet que você usa: locais como lan houses, internet pública ou de uso compartilhado estão mais expostos a ações de criminosos e podem não ser tão seguros quanto deveriam. Por isso, evite fazer compras usando a rede desses lugares.

Preste atenção na segurança do site

Olhar o endereço eletrônico da loja virtual também pode ajudar a fugir de golpes. Observe, por exemplo, se o site começa com “https” (o “S” ao final indica que ele é seguro), ou se aparece um cadeado pequeno logo ao lado desse endereço eletrônico. Isso é um indicativo de que aquela loja virtual é segura e seus dados estarão protegidos .

Além disso, sites seguros também possuem selos de qualidade (muitos deixam isso na parte de baixo ou à direita do site), o que também é um bom sinal de segurança para fazer compras online. Por fim, veja se o antivírus do computador indica alguma anomalia no site. Se houver algum aviso de perigo, é melhor não seguir com a compra.

Desconfie de ofertas boas demais

Se “quando a esmola é demais, o santo desconfia”, ao ver uma oferta que parece boa demais para ser verdade, é porque tem grandes chances dela não ser real. Logo, não acredite em descontos altíssimos ou em produtos que são ofertados por um preço extremamente abaixo do seu valor comum. Isso pode ser um golpe, principalmente se a oferta vier de um site que não é confiável.

Da mesma forma, observe se o produto que está com bom preço tem a qualidade que você deseja, pois o valor baixo pode ser justamente um sinal de que aquela mercadoria não tem a qualidade que você gostaria. Como diz o ditado, o barato pode sair caro se você comprar um produto de preço baixo, mas de qualidade inferior.

Registre o processo de compra

É indicado tirar fotos ou capturar prints de tela com os anúncios de oferta e, também, das etapas de compra que você seguir no site. Esses registros podem ser úteis caso você precise registrar uma reclamação ou se houver alguma divergência entre o que foi anunciado e o que você realmente pagou ou recebeu.

Também dê atenção aos e-mails que receber durante e após o processo de compra, pois essas mensagens precisam registrar tudo o que você precisa saber a respeito do produto que adquiriu.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *