Quatro dicas para aproximar indústrias e startups

Há pouco mais de dez anos, as startups têm disputado grandes espaços no mercado brasileiro com indústrias centenárias. Com inovação e novos modelos de negócios, essas empresas, normalmente focadas na área tecnológica, buscam mostrar e solucionar as necessidades da sociedade.

As startups trazem novidades na maneira de produzir e gerar seus recursos e podem agregar ou trazer novos modelos de negócios para indústrias e grandes companhias. É comum a aproximação entre empresas tradicionais e startups, seja por meio de investimentos das grandes nas novatas ou pela cooperação ao invés da disputa por espaço no mercado.

O trabalho em conjunto de startups e indústrias foi tema de webinar da Amcham Curitiba promovido neste mês. No evento, o gerente de Inovação e Produtividade do Sistema Fiep, Felipe Couto, demonstrou alguns pontos para potencializar a aproximação entre os dois perfis de empresas:

  • Ter um objetivo – saber o motivo da aproximação entre os dois polos ajuda a buscar startups com as características necessárias para realizar as mudanças pretendidas;
  • Oxigenação – trazer o movimento das mudanças para dentro da companhia. Esse movimento também toca na cultura das grandes corporações;
  • Ganhar velocidade – as grandes empresas se aproximam das startups para ganhar velocidade, um dos desafios das grandes e uma das vantagens competitivas das empresas de menor porte. A pandemia deixou essa necessidade mais evidente e acelerou ainda mais as mudanças do mercado;
  • Estratégia de marketing – comunicar ao mercado o que você tem para oferecer. Vemos grandes corporações gastando grandes orçamentos para estarem em uma vitrine enquanto a inovação proposta e implantada por startups ganha atenção do público, geralmente pelo ineditismo e por atender, de forma prática, às necessidades do consumidor.

Amcham Arena

Focando na aproximação de grandes companhias e startups que vêm crescendo cada vez mais, a Câmara Americana de Comércio promove anualmente o Amcham Arena. A disputa seleciona as melhores startups de cada regional da Amcham que trazem ideias e soluções inovadoras. Além disso, as participantes têm a chance de apresentar seu negócio para mais de 5 mil empresas associadas da entidade em todo o Brasil.

Em 2020, são mais de 1.150 startups de mais de 35 segmentos e de 20 estados brasileiros concorrendo. A final nacional acontece em dezembro.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.