Sebrae/PR tem novo comando

O Conselho Deliberativo do Sebrae/PR elegeu nesta segunda-feira, dia 17, nova Diretoria Executiva. Vitor Roberto Tioqueta, que ocupava a Diretoria de Gestão e Produção, é o novo diretor-superintendente do Sebrae/PR, no lugar de Allan Marcelo de Campos Costa, que deixa a organização para dedicar-se à iniciativa privada.

Julio Cezar Agostini permanece como diretor de Operações do Sebrae/PR e José Gava Neto, que até então respondia como gerente de Programas Estaduais, assume como diretor de Gestão e Produção.
A eleição, seguida de posse, foi na sede do Sebrae/PR, em Curitiba, e contou com a presença de representantes das 13 entidades do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR, um colegiado formado por segmentos do setor produtivo, instituições de crédito e poder público que dita diretrizes a serem seguidas pela Diretoria Executiva.

A escolha de Vitor Tioqueta, Julio Agostini e José Gava teve apoio unânime dos conselheiros do Sebrae/PR. João Paulo Koslovski, presidente do Conselho Deliberativo, destacou o nível de profissionalização do Sebrae/PR. “O Conselho Deliberativo está prestigiando, mais uma vez, profissionais da Casa, pessoas que de fato estão preparadas para assumir e para conduzir ações em favor do empreendedorismo e das micro e pequenas empresas, razão de o Sebrae existir.”

O novo diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vitor Tioqueta, diz que o Projeto Sebrae 2022, que prepara a organização para daqui dez anos, quando completa 50 anos, será uma das prioridades da Diretoria Executiva. “Os pequenos negócios empregam mais que as médias e grandes empresas, geram renda e movimentam a economia. Por isso, merecem um tratamento especial. O Sebrae, parceiro das micro e pequenas empresas e especialista em pequenos negócios, deve evoluir junto. Precisa estar sempre atento e aparelhado para atender as necessidades de empresários e potenciais empresários.” Para o diretor-superintendente, as propostas, com foco em 2022, podem ser trabalhadas, concomitantemente, com outras ações e sempre em parceria com as entidades que compõem o Conselho Deliberativo.

Julio Cezar Agostini, que já ocupa há seis anos a função de diretor de Operações, entende que o papel do Sebrae/PR, e por consequente de sua Diretoria, é ajudar a tornar realidade o ‘sonho empreendedor’, das pessoas que desejam ser donas do próprio negócio, e fazer com que as micro e pequenas empresas sejam cada vez mais potencializadoras do desenvolvimento do Paraná e do Brasil, gerando mais riquezas para a sociedade. É necessário ainda oferecer, no seu entendimento, novas soluções para os pequenos negócios, que estão cada vez mais expostos à economia internacional.

Para o novo diretor de Gestão e Produção do Sebrae/PR, José Gava, o empreendedorismo e as micro e pequenas empresas não são mais os mesmos de dez anos atrás. “Hoje, os empreendedores estão mais de olho nas oportunidades, estão mais preparados, têm necessidades que precisam ser atendidas em tempo menor e de forma diferente, e isso, por consequência, exige mais de organizações como o Sebrae. Nossa responsabilidade aumenta à medida que o empreendedorismo se torna cada vez mais uma alternativa para a nova geração”, assinala Gava.

Despedida
Allan Marcelo de Campos Costa renunciou à Superintendência do Sebrae/PR, para dedicar-se à iniciativa privada e a projetos pessoais, depois de 20 anos de Casa, seis anos à frente da superintendência. Num discurso emocionado, logo após a eleição realizada na Sala do Conselho, em Curitiba, o ex-superintendente se despediu. “Saio com o coração partido, mas feliz do dever cumprido e certo que o SEBRAE/PR ficará em boas mãos, com profissionais competentes. Foi um orgulho desempenhar um papel tão relevante nesta instituição.” Allan Costa destacou o trabalho desenvolvido pelos colaboradores do SEBRAE/PR. “Quem faz as coisas acontecerem são as pessoas. Nosso time de consultores e credenciados não mediu esforços.”

Na gestão de Allan Costa – com Julio Agostini e Vitor Tioqueta, como diretores de Operações e Gestão e Produção, respectivamente -, a organização deu um salto no número de atendimentos, batendo por dois anos consecutivos, em 2011 e 2012, a marca de 100.000 empresas atendidas. Também houve avanço na qualidade dos serviços prestados. Os empreendedores atendidos em 2012, por exemplo, atribuíram nota 9,5 aos serviços prestados.

Foi na gestão de Allan Costa, como diretor-superintendente, que nasceu, em 2011, o Projeto Sebrae 2022. João Paulo Koslovski e Vitor Tioqueta entregaram uma placa de agradecimento em nome do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR.

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.