T-Systems Brasil reforça atuação na região Sul

A T-Systems Brasil, provedora alemã com amplo portfólio digital de soluções e serviços de TI, está reforçando sua atuação na região Sul do País. Com um Centro de Competência instalado em Blumenau (SC) há 13 anos, a empresa acaba de nomear um executivo de vendas exclusivo para a região e pretende ampliar o número de clientes atendidos.

De acordo com o vice-presidente comercial da T-Systems Brasil, Alexandre Matte, a empresa deve aproveitar sua presença na região para desenvolver novos negócios. “Hoje temos mais de 600 profissionais na região Sul, o que nos dá uma forte capacidade de desenvolvimento e entrega. É hora de ampliar este mercado”, afirma.

Para ganhar mais proximidade com o mercado, a T-Systems acaba de nomear Rafael Luciano como executivo de contas exclusivo para os três estados da região Sul (PR, SC e RS). “Ele está baseado em nosso escritório de Curitiba e tem a missão de acelerar nosso crescimento por lá”, explica Matte, lembrando tratar-se de um profissional focado exclusivamente nas necessidades das empresas da região.

“O Luciano vai nos dar tração para que consigamos ter um conjunto maior de soluções entregues na região. Temos capacitações muito fortes em prestação de serviços, agora queremos reforçar o desenvolvimento de novos clientes”, prevê Matte.

Sobre o desafio que tem pela frente, Luciano revela que o foco serão grandes empresas da região Sul. “Para isso, participaremos do dia a dia dessas empresas, entendendo seu potencial no mercado e levando os principais pilares da T-Systems, inovação, credibilidade, segurança e alta qualidade de entrega”, diz. De acordo com o executivo, sua equipe tem como objetivo crescer sua base de clientes em 200% até o final de 2020.

Para este mercado, a T-Systems deve oferecer serviços segurança baseados na plataforma Magenta Security, serviços de cloud privada e pública, desenvolvimento IoT e projetos SAP. “Vamos usar nossa expertise para nos aproximar do mercado SAP da região, com foco bastante forte na migração para o SAP S/4HANA, onde conseguimos apoiar os clientes em todos os processos fim a fim”, revela.

Estrutura local

Para dar suporte ao crescimento previsto, a T-Systems conta com a estrutura de seu Centro de Competência, instalado em Blumenau (SC) há 13 anos. O head do Centro, Markus Blumenschein, explica que a unidade hoje presta serviços offshore e nearshore a clientes da T-Systems em todo o mundo, competindo em pé de igualdade com a Índia por este tipo de serviço.

“Temos mais de 600 funcionários aqui e, com o uso de automação e melhoria de processos, nos impusemos a meta de melhorar nossa produtividade em 10% este ano”, diz. Parte deste ganho vem da reestruturação que vem sendo feita na companhia, em nível global, desde 2018. Como resultado, o Centro de Competência está hoje dividido em áreas diretamente ligadas às estruturas de Curitiba e São Paulo.

“Hoje o contato entre os membros de uma mesma área é muito mais integrado, fortalecendo nosso negócio e a troca de experiências. O envolvimento em projetos de outras unidades também é muito maior”, afirma Blumenschein. Um exemplo desta integração é a montagem, em Blumenau, de uma SAP Conversion Factory, que dará suporte aos projetos de migração para o SAP S/4HANA. “Temos cerca de 300 pessoas que trabalham com SAP em Blumenau e, destas, mais de 80 certificadas em S/4HANA”, revela, lembrando que a estrutura de atendimento a projetos SAP conta ainda com um Digital Hub DevOps para SAP.

Blumenschein afirma que a T-Systems tem muito potencial de crescimento na região, não apenas com SAP, mas também com projetos de migração para nuvens públicas. “Temos por aqui muitas empresas com seu próprio data center que não conseguem competir com tudo o que a nuvem pública oferece hoje. Muitas empresas estão percebendo isso e estão mudando, é um mercado interessante para nós”, diz.

O executivo destaca ainda o Security Operations Center (SOC) com atendimento 24×7 existente em Blumenau e o uso do novo método SAFe (Scaled Agile Framework), para a entrega de produtos e soluções complexas em curtos ciclos, que conta com cerca de 50 colaboradores capacitados.

“Nós somos um pequeno espelho do que a T-Systems faz no mundo, tanto na Alemanha como aqui no Brasil”, compara, lembrando que hoje o Centro de Competência atende clientes nacionais e internacionais como Mercedes (Daimler), Boticário, Volkswagen, B3, KWS (empresa alemã e uma das maiores do mundo na área de sementes), Shell, BMW, Zeiss, Porsche, Daimler Trucks e Atento.

Tags , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.