Microsoft expande a disponibilidade do Microsoft Dynamics CRM Online com datacenter no Brasil

A Microsoft Corp. (Nasdaq “MSFT”) anuncia hoje que está expandindo a disponibilidade do Microsoft Dynamics CRM Online, inclusive com a utilização do datacenter para a América Latina instalado no Brasil. A aplicação de negócios baseada na nuvem estará disponível em 18 mercados adicionais nos próximos meses, entregando uma solução completa que oferece às empresas capacidades de vendas e de atendimento ao cliente, que são perfeitamente integradas com os principais aplicativos de produtividade, como Office 365, Yammer, Lync, Skype, SharePoint e Power BI.

O serviço de CRM Online para os países latino-americanos (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Peru, Porto Rico, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela) funcionará dentro do datacenter da Microsoft na América Latina, que fica localizado no Brasil. O datacenter local fornecerá serviço direto para os clientes do CRM online nesses países, em vez dos datacenters na América do Norte. Com isso, as empresas da região serão beneficiadas com melhor tempo de resposta e desempenho.

A expansão da oferta do Microsoft Dynamics CRM Online para os mercados da Europa, Ásia-Pacífico e América do Sul começou em junho, com a disponibilização do Microsoft Dynamics CRM Online na Turquia. Os mercados adicionais que fazem parte desta nova fase de expansão global incluem Argentina, Uruguai, Equador, Ilhas Virgens, Indonésia, Tailândia, Taiwan, Filipinas, Bahrein, Egito, Kuwait, Omã, Qatar, Arábia Saudita, África do Sul, Ucrânia e Emirados Árabes Unidos. Esta expansão da presença global oferece aos clientes uma nova opção de solução em CRM online abrangente em seu mercado. Até o final do ano, o Microsoft Dynamics CRM Online estará disponível em 60 mercados ao redor do mundo.

Ressaltando a questão da confiança, que é um fator crítico para as empresas que querem trazer seus serviços para a nuvem, a Microsoft reforça que a suaimplementação das cláusulas do modelo da União Europeia para Office 365, Azure e Microsoft Dynamics CRM Online atende os elevados padrões da lei de privacidade da União Europeia (UE), como reconhece o “Article 29 Working Party”, tornando a Microsoft a primeira – e até agora a única – empresa a receber esta aprovação. Isso garante aos clientes que medidas adequadas foram tomadas para proteger os dados pessoais armazenados em um serviço de nuvem.

“Além de desfrutar os benefícios dessas novas capacidades por meio de vendas e serviços, os clientes podem se sentir confortáveis fazendo negócios com a Microsoft quando se trata de seus dados”, diz Fábio Azevedo, diretor regional do Microsoft Dynamics.

“Além disso, alguns clientes brasileiros estão utilizando o CRM na nuvem localmente numa fase piloto. Por fim, vale destacar que nós concentramos nossos esforços de desenvolvimento em entender o que as empresas precisam para melhor interagir com seus clientes e ter a agilidade e mobilidade para atender suas necessidades em qualquer lugar, em qualquer dispositivo de forma segura e consistente”, conclui Azevedo.

Atendimento personalizado ao cliente

Atendimento ao cliente, a capacidade de uma organização atender, participar e responder às necessidades dos clientes é uma parte cada vez mais estratégica de qualquer negócio. As organizações bem sucedidas conhecem e entendem as necessidades dos clientes em todos os canais, incluindo Internet, redes sociais e celulares, para oferecer o melhor atendimento possível. O Microsoft Dynamics CRM melhora a capacidade de gerenciamento de ocorrências e ajuda a garantir que todas as organizações possam lidar eficazmente com as interações da forma preferida pelo cliente, resultando em respostas rápidas às necessidades de cada um e, por consequência, uma experiência produtiva e mais personalizada para o cliente.

Social para todos

O segredo para qualquer grande relacionamento começa com a capacidade de ouvir. Para ajudar as vendas, marketing e profissionais de atendimento ao cliente ouvirem, obterem insights de forma mais eficaz e se envolverem com os clientes em todos os canais sociais, a Microsoft apresentou o Microsoft Social Listening. Este novo serviço permite que as pessoas analisem e tomem ações com base na inteligência de mercado a partir de conversas, incluindo análise de sentimentos por meio de uma grande variedade de canais sociais. Ele também permite aos usuários acompanharem o produto, a marca, o concorrente e campanhas em nível global para obter a verdadeira compreensão dos seus clientes e seus negócios em todas as redes sociais.

Rompendo com as normas da indústria, a Microsoft acredita que as capacidades sociais são fundamentais para a gestão de relacionamento com clientes, de modo que elas não devem ser limitadas a uma pequena elite a custos altos. Por isso, a Microsoft oferece o Microsoft Social Listening a um custo muito atraente de comercialização, tornando o monitoramento de notícias e histórias relevantes de fácil acesso para todos.

Mais recursos e características das atualizações do novo Microsoft Dynamics CRM, incluindo o Microsoft Social Listening e Microsoft Dynamics Marketing, estão detalhados noRelease Preview Guide. Uma série de posts do Bob Stutz no blog estará disponível no CRM Connection. Além disso, todos podem acompanhar e interagir com a comunidade Microsoft Dynamics CRM @MSDynamicsCRM em http://www.twitter.com/msdynamicscrm, #MSDYNCRM.

Gostou? Quer compartilhar?

Estudo revela nichos de mercado para empresas de TI no Paraná

As empresas de Tecnologia da Informação (TI) do Paraná devem apostar, nos próximos anos, em soluções de varejo, educação, saúde, agronegócio e gestão remota, incluindo logística, gestão de frota e rastreabilidade. A orientação faz parte de um planejamento estratégico para a consolidação do setor, uma iniciativa do Sebrae/PR, Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Assespro-Paraná), Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) e Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar).

O Plano Estratégico Estadual para o Setor de TI foi divulgado durante um encontro no Sebrae/PR, em Curitiba, que reuniu empresários e lideranças do setor. O estudo, indicando os novos nichos de mercado a serem explorados pelas empresas de TI, foi realizado pela Competitiviness, empresa internacional especializada em levantamentos e análises de tendências sobre o setor de TI. O estudo, que levou seis meses para ser concluído, envolveu lideranças dos seis Arranjos Produtivos Locais (APL) – Maringá, Londrina, Curitiba e Região Metropolitana, Campos Gerais, Oeste e Sudoeste – e incluiu entrevistas com 70 empresários de TI, além da análise de perfil de mais de 400 empresas paranaenses.

Para o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, os empresários paranaenses devem investir energia nesses nichos, para garantir a sustentabilidade de seus negócios. “A iniciativa de realizar o estudo surgiu da necessidade de garantirmos a sustentabilidade das empresas que atuam com TI. Ficamos bastante satisfeitos com o interesse demonstrado pelos empresários na apresentação do Plano Estratégico Estadual, pois é um caminho que aponta os novos rumos do setor e a sobrevivência de seus negócios”, afirma.

O Plano Estratégico Estadual inclui ainda um ‘mapa’ das empresas paranaenses, responsáveis pela geração de 16 mil empregos, e das instituições que trabalham no apoio ao setor de TI no Estado, como incubadoras e universidades, conforme explica o presidente da Assespro-Paraná, Sandro Molés. “Os indicadores científicos, obtidos com esse estudo, mostram áreas saturadas e novas oportunidades para o mercado de TI no Paraná e apontam as características de cada localidade por meio de um mapeamento regionalizado”, explica Molés.

A ideia de construir um planejamento estratégico para o setor de TI, fruto da mobilização dos próprios empresários e das entidades e instituições de apoio, surgiu há aproximadamente dois anos, durante o Paraná TIC, considerado o maior evento do setor no Estado. O presidente do Tecpar, Julio Félix, destaca que o Paraná é o primeiro estado brasileiro a fazer um plano estratégico desta envergadura. “Não existe capacidade de competir sem planejar. Esperamos que a iniciativa traga resultados e que sirva de exemplo para o País.”

Governança

A criação de uma governança, composta por lideranças do setor, é outra orientação que consta no Plano Estratégico Estadual, divulgado pelo Sebrae/PR, Assespro-Paraná, Seti e Tecpar. O tema foi discutido pelos empresários e lideranças, durante o encontro em Curitiba. A expectativa é que o grupo gestor seja formado ainda neste ano. “Com uma governança representativa e participativa, será possível formular e garantir ações em benefício do setor”, observa o coordenador estadual do Setor de TI do Sebrae/PR, Emerson Cechin.

“Existem muitas oportunidades para o desenvolvimento de novas tecnologias no Paraná, as quais constam no estudo, principalmente através da inter-relação dos setores e investimento no potencial do Estado. É preciso incentivar a integração dos arranjos produtivos locais existentes com as empresas e universidades, para que seja realizada uma construção coletiva. É nesse sentido que o grupo irá agir, para articular medidas que melhorem o ambiente de atuação das organizações de TI no Paraná”, reforça Emerson Cechin.

O coordenador estadual do Sebrae/PR defende investimentos no setor de TI. No seu entendimento, não são apenas as empresas do setor as beneficiadas. “As soluções desenvolvidas pelas empresas de TI são pensadas para facilitar a vida das pessoas e, invariavelmente, causam impactos positivos em toda a cadeia produtiva na qual estão inseridas, o que beneficia a economia do Estado, como um todo, e os serviços oferecidos para a sociedade”, complementa Emerson Cechin.

Fonte: Sebrae Paraná

Gostou? Quer compartilhar?

4Results amplia equipe e área de atuação em implantação e suporte do Microsoft Dynamics AX

Em uma entrevista para o progrma de tv Valor Agregado, Cristiane Werner, diretora executiva da 4Results e Diocalisto Breis, diretor comercial, falam sobre os planos da 4Results para 2014. A empresa aumenta a equipe para se fortalecer como grande parceiro Microsoft na implantação e suporte do Dynamics AX. A 4Results iniciou o ano comemorando a participação em um novo projeto do AX na Federação das Indústrias do Paraná e projeta dobrar o faturamento com maior participação no sul e no sudeste do Brasil.

Gostou? Quer compartilhar?

Qualityware adquire Duet Tech e projeta crescer 50% em 2013

A Qualityware finalizou o processo de fusão / aquisição com a Duet Tech e aumentou seu portfólio de produtos e serviços, equipe técnica e pretender crescer 50% até dezembro de 2013.

A ideia de juntar as operações iniciou-se no ano passado quando as empresas começaram a atuar juntas em um projeto comum onde cada empresa era responsável por uma parte. A interação das equipes e a satisfação do cliente foram tão grandes que chamou a atenção da direção das duas empresas. Daí para iniciar o processo de fusão / aquisição foi um passo rápido e conduzido por um grupo multidisciplinar que envolveu profissionais das duas empresas e de todas as áreas com a missão de minimizar impacto cultural e atrasos nos projetos.

O objetivo principal da fusão / aquisição é apresentar para o mercado uma empresa mais completa e com todas as áreas do conhecimento de TI:
• Desenvolvimento de Software – Desenvolvimento SharePoint.
• Produtos – comercializando produtos como HP, Microsoft, Symantec e etc.
• Infraestrutura – cabeamento estruturado e projetos de data center.
• IT Services – Segurança de Rede, NOC / SOC, Suporte, IDM e Projetos de TI.

A fusão criou uma empresa com um dos maiores portfólios do mercado que vai do cabeamento estruturado, projetos de data center, vendas de equipamentos, licenciamento de softwares até serviços de BPO, NOC, projetos de segurança de rede, comunicação unificada e chegando ao desenvolvimento SharePoint afirma Bruno Perboni – Presidente da Qualityware.

Atuando desde janeiro como Diretor de Vendas e Marketing, Marcelo Piuma afirma que as metas são agressivas e projetamos para esse ano crescer 50% tanto no mercado público quanto no privado. Uma nova equipe comercial foi montada e também passamos a contar com um sistema de CRM bem mais robusto que os anteriores.

A área técnica também está passando por mudanças e crescimento com contratações quase que semanais.
A possibilidade de novas fusões / aquisições não está descartada, assim como associações com grandes players do mercado de TI, afirma Bruno Perboni.

Gostou? Quer compartilhar?