CMMI Institute anuncia nova certificação profissional

CMMI® Institute anuncia uma nova certificação para profissionais que buscam avançar sua experiência na melhoria de desempenho. Milhares de organizações ao redor do mundo como GE Aviation, Hewlett Packard, Honeywell, IBM, Infosys, Raytheon, Samsung e Força Aérea dos EUA têm utilizado a CMMI para formar capacitação em seus processos, pessoas e tecnologia a fim de fornecer resultados. Ao reconhecer que os principais empregadores buscam candidatos que possuem conhecimento avançado, experiência e capacidades necessárias para conduzir o desempenho organizacional e rentabilidade, o programa Certified CMMI Professional confere às pessoas um modo de manter sua competitividade.

Com base na estrutura de melhoria da capacidade adotada a nível global, a Capability Maturity Model Integration (CMMI)®, o programa Certified CMMI Professional® fornece aos profissionais a diretriz para elevar e manter habilidades dentro de áreas alvo estratégicas consideradas mais críticas a fim de avançar as capacidades chave de sua organização.

Conforme a Pesquisa Salarial Dice.com 2015, “habilidades e experiência de CMMI comandam um aumento salarial de 7,6% ao longo do último ano.” Este é um aumento para um salário médio de US$ 124.265. De fato, milhares de ofertas de trabalho ao redor do mundo exigem atualmente candidatos com credenciais de CMMI. O programa de certificação Certified CMMI Professional agrega valor instantâneo às organizações ao proporcionar aos profissionais o treinamento prático e exames baseados em cenários. O programa de certificação avança e valida a habilidade dos profissionais de:

– Fornecer roteiros organizacionais para dar suporte à elevação de desempenho

– Treinar membros da equipe sobre como melhorar o desempenho

– Conduzir os esforços de mudança organizacional em curso

– Estabelecer uma cultura de contínuo aperfeiçoamento

Candidatos ideais para esta certificação são aqueles que buscam dar suporte às suas organizações ao formar uma cultura de contínuo aperfeiçoamento, comparando suas operações com as melhores práticas industriais e depois identificando e remediando deficiências de desempenho. A certificação está disponível aos profissionais que tenham um mínimo de três anos de experiência em desenvolvimento de produtos ou sistemas, prestação de serviços ou aquisição de produtos / serviços.

“Estamos muito satisfeitos em introduzir esta certificação profissional para profissionais que visam a agilizar operações dentro de suas organizações e avançar sua capacidade de ascensão,” disse Kirk Botula, Diretor Executivo do CMMIInstitute. “Nossa meta é ajudar profissionais a obter a mais alta qualidade e entrega mais confiável de seus projetos e programas, enquanto mantém seu profissionalismo no mercado competitivo atual.”

Empresas que implementam a CMMI irão se beneficiar do investimento em treinamento e certificação para suas equipes de CMMI, de modo que possam entender melhor o valor comercial de cada requisito de CMMI e como isto afeta a qualidade e desempenho de projetos. “Toda a equipe superou os desafios e criou novas ferramentas e padrões, desenvolvendo um novo e moderno processo para o desenvolvimento de softwares,” disse Carlos Henrique Novaga Alves, gerente geral de soluções industriais em TI na Chemtech (uma empresa da Siemens). “Isto proporcionou uma oportunidade única para a equipe repensar como nosso processo é executado — desde levantamento de requisitos até aumento da produtividade. A implantação de CMMI também foi um modo de alavancar o conhecimento do processo entre todos os colaboradores, treinando toda a empresa sobre o novo processo e ferramentas enquanto cria um novo padrão de trabalho.”

Profissionais que buscam levar suas carreiras ao próximo nivel devem aplicar agora o programa Certified CMMI Professional.

Gostou? Quer compartilhar?

UTFPR compra terreno da Siemens para ampliação do Câmpus Curitiba

A Reitoria da UTFPR assinou o documento que oficializa a compra do terreno da antiga fábrica da Siemens, localizada na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O anúncio oficial da aquisição foi feito pelo reitor Calos Eduardo Cantarelli e pelo vice-reitor Luiz Alberto Pilatti ainda durante a tarde, em reunião com a equipe diretiva, chefes de departamento e coordenadores de curso do Câmpus Curitiba.

O terreno, juntamente com sua estrutura predial, foi negociado pelo montante de R$ 65 milhões, aporte financeiro conquistado junto ao Ministério da Educação (MEC). O próximo passo, segundo o reitor Carlos Eduardo Cantarelli, será formular um plano diretor para ocupação da nova área, que será construído a partir de discussões junto à comunidade acadêmica do Câmpus.

“Ganha o Câmpus Curitiba, mas ganha, sobretudo, a UTFPR, que terá como ofertar um ensino de melhor qualidade a nossa comunidade”, afirmou o reitor.

Mais expansão

Ainda durante a reunião, Cantarelli confirmou que recebeu a autorização do MEC para a elaboração do projeto de instalação do Câmpus Maringá. No último dia 20, o reitor esteve em Maringá para conhecer algumas opções de terreno para a construção da nova unidade, que envolve esforços de diversos atores locais como, por exemplo, o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim) e Prefeitura Municipal.

Outras propostas de expansão também estão em andamento. “As perspectivas são extremamente positivas para todos os câmpus. Estamos conseguindo área nova em Londrina, Apucarana, Cornélio Procópio, Campo Mourão, Medianeira, Toledo, Guarapuva. Enfim, estamos consolidando um amplo projeto de futuro para a Universidade”, destacou Cantarelli.

Gostou? Quer compartilhar?